Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


De que sevem as palavras...

por Rosinda, em 14.03.12

 

Hoje tenho o coração apertado. O cheiro da morte afecta-me os sentidos. A revolta do que acho injusto, a mágoa causada pela impotência de nada poder.

Um acidente com um autocarro ontem à noite na Suíça provocou a morte a 28 pessoas, das quais 22 foram crianças. Crianças, com uma vida inteira pela frente. Tantos sonhos...

Horas depois, hoje às dezoito horas, morre uma amiga...

Lutou ferozmente contra uma doença do marido, vivia preocupada com a saúde dele, conseguiu que ele abandonasse alguns hábitos e curasse a cirrose.

Dois filhos formados, com alguns sacrifícios, reforma conseguida e eis que, ironicamente, morre num curto espaço de tempo com cancro galopante no fígado...

Faltam-me as palavras, que afinal de pouco servem nestas situações de dor. Apena direi que, cada momento da nossa vida é precioso e pode ser o ultimo.

E embora seja duro pensar na morte, ela é a única coisa que todos temos como certa...

 

Um abraço bem forte para todos

Rosinda

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:44


14 comentários

De Marta M a 14.03.2012 às 21:49

Querida amiga:
Não há muito para dizer nestas alturas,não é?
Consolo-me acreditando que migramos para um lugar melhor.E mais justo...?
Um abraço especial hoje.
Marta M

De Rosinda a 14.03.2012 às 22:32

Obrigada Marta
Rosinda

De miilay a 14.03.2012 às 21:54

Amiga, é mesmo uma dor forte quando vimos estes acidentes, e quando se perde uma Amiga, custa muito mas aceita um abraço apertadinho desta amiga, e uma .
miilay

De Rosinda a 14.03.2012 às 22:33

Obrigada Miilay
Beijinho

De Jorge Soares a 14.03.2012 às 22:58

As palavras (também) servem para expressar a dor que sentimos quando passamos por estas coisas...

"Apenas direi que, cada momento da nossa vida é precioso e pode ser o ultimo."

Somos o que já vivemos Rosinda, cada momento que vivemos é um momento que aproveitamos..e devemos tentar que seja da melhor forma.

Jorge

De Rosinda a 15.03.2012 às 06:57

Obrigada Jorge.
Hoje amanheci antes do dia amanhecer... e estou viva, portanto a vida continua, é sempre assim.
Que o teu dia seja ópimo.
Rosinda

De rodrigando a 14.03.2012 às 23:01

Quando nos faltam as palavras, ou perdem o sentido, resta-nos um abraço

De Rosinda a 15.03.2012 às 06:59

Obrigada Adélia,
Nós, seres humanos, devíamos encarar a morte com mais naturalidade e aceitação, mas , não é fácil..
Um abraço para ti
Rosinda

De luadoceu a 15.03.2012 às 08:42

eu li e vi a noticia
uma perda e dor muito grande
os meus pêsames a todas as familias
beijinhos rosinda

De olha_por_mim a 15.03.2012 às 17:03

Cada vez tenho mais a certeza q ñ somos nada nesta merda de vida...desculpa a palavra mas é mesmo assim...um dia estamos bem...amanhã ñ sabemos...há q viver um dia de cada vez e tirar o maior proveito dele...é a única coisa q podemos fazer:((((
Força amiga...
Beijinho muito grande

De DyDa/Flordeliz a 16.03.2012 às 00:20

A morte é o ladrão que ficará para sempre impune pelo seu crime.
Não há justiça que nos defenda.

Um beijo para ti.

De golimix a 16.03.2012 às 18:28

Pois é... às vezes esquecemos que a vida que temos nas mãos não é eterna e que cada momento que vivemos deveria ser vivido como se fosse o último.
Desta vida levamos as alegrias e os bons momentos é nesses que temos que nos concentrar.

um bom fim de semana

De momentosdisparatados a 19.03.2012 às 10:27

A vida por vezes prega-nos partidas que nos faz duvidar da existencia de um ser superior...
Beijinhos

De libel a 19.03.2012 às 11:32

Ainda não tinha conseguido um bocadinho para vir aqui, mas hoje cá estou eu, apenas para te dar um abraçinho, que pouco é, mas penso que nestas alturas em que a tristeza e a dor é companhia, qualquer gesto sabe bem, mesmo com a distância pelo meio.
Fiquei desolada como tu, com o acontecimento trágico com as crianças, foi uma violência desmedida, nada é tão penoso e doloroso quanto perder um filho. E nas circunstâncias que sucedeu. Não se consegue aceitar.
Tenho muita pena pela tua amiga, é sempre dificil aceitar a morte, seja ela da forma que for. Ainda mais quando acompanhamos de perto e sentimos que quando tudo parece tomar o lugar certo, quando tudo se compõe, de repente o muro cai, ficamos sem chão, os sorrisos são desfeitos, dando lugar à angústia e perda. Que descansem em paz.

Beijinhos amiga...

Comentar post



"O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela." (Fernando Pessoa)


Pesquisar

Pesquisar no Blog  



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Algumas das imagens deste blog são retiradas da Internet. Se alguma pessoa se sentir lesada por favor diga e será retirada