Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Um ano sem cigarros!

por Rosinda, em 27.09.13

Um ano, já fez um ano que deixei de fumar. Não foi fácil, ainda lembra. Sei por experiência própria que em relação ao tabaco, o fumador é mentiroso, muitas vezes diz que quase não fuma, outras tantas diz que deixou e vai cravando um cigarro ou mais, até que acaba por voltar a comprar. Enfim, o vício e o hábito de fumar é terrível! Mas eu não fumo desde Setembro do ano que passou. Amanhã, não sei, ninguém sabe, mas sei que não quero fumar mais. Fumei mais de quarenta anos, só durante a gravidez dos cinco filhos parei de o fazer. Tive alguns graves problemas de saúde, entre eles uma (Atípia citológica grau um) nas cordas vocais, uns dias depois da cirurgia estava a acender o cigarro. Quem fuma vai entender do que falo. Então que foi que aconteceu que me fez deixar agora o cigarro?

Foi uma questão de vergonha antecipada...

 

Ia eu a caminho da entrada da casa da minha mãe e chamou-me a atenção um homem, nem novo, nem velho, mas sem dúvida com mau aspecto. Mas não foram as suas características que me chamaram a atenção, mas o facto de trazer na mão o que me pareceu ser o cabo de madeira de uma vassoura. Numa das pontas um prego que servia de espeto. Com estranheza observei que esse espeto servia para apanhar pontas de cigarro que colocava num saco plástico. Esquisito, pensei e como estava parada à espera da minha mãe, para darmos a voltinha diária  habitual, continuei a olhar para ver o que faria a criatura com as coriscas. Fiquei gelada e repugnada quando me apercebi que depois de esfregar o saco plástico para soltar o tabaco, o homem enrolava aquela "mistela" numa mortalha e fumava...

Aquela imagem ocupou-me a cabeça o dia inteiro e pensava: Se um dia não tiver dinheiro para os cigarros serei capaz de fazer o mesmo ou até pior? Comecei a pensar que quando ficasse a viver sozinha, (o que já se avizinhava, pois a minha filha foi viver com o namorado) eu tinha que escolher, ou comia, ou fumava, ou então... apanhava coriscas! Garanto-vos que nessa noite tive pesadelos e quando acordei tinha decidido que não voltava a fumar.

Nunca mais voltei a ver esse homem, mas apesar de me fazer lembrar ao que pode chegar um ser humano, a ele agradeço o estar livre de um vício que me limpava a carteira e me sujava os pulmões! Como é bom sentir a boca limpa e respirar tão bem!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:21


13 comentários

De miilay a 27.09.2013 às 22:55

Rosinda, Amiga os meus sinceros PARABÉNS! Acredito que foi e é difícil,pois eu como fumadora sei do que falas,mas para já ainda não me decidi deixar.
Mas, tu depois de um ano e de uma reflexão tão perturbadora NÃO tornes a pegar no cigarro, pois terias que passar por esse sacrifício novamente.
Fico contente por ti.
Beijoca,
miilay

De Rosinda a 02.10.2013 às 19:05

Obrigada Miilay, foi difícil, mas não tanto como julgava, sinto-me mais livre...
No dia que resolveres deixar também o farás, basta querer.
Beijinho
Rosinda

De Cenourita a 27.09.2013 às 23:44

Parabéns!!! :)
Às vezes, mais do que o vício é a necessidade de ocupar as mãos...
Também eu queria ter essa garra... Estive dois anos sem fumar e num final de tarde de verão, numa esplanada à beira mar e depois de saborear um petisco, apeteceu-me. Disse que era só aquele, mas dois dias depois estava a comprar um maço... estraguei tudo!

Beijocas***

De Rosinda a 02.10.2013 às 19:09

Minha querida, depois de dois anos! Nunca devia ter cedido à tentação... eu sei perfeitamente que se fumar um único cigarro, que volto a fumar, por isso não penso fazê-lo... mas vai ver que um dia deixa de novo...
Gostei de a ver por aqui, beijinho
Rosinda

De DyDa/Flordeliz a 28.09.2013 às 11:27

Que o homem domine o vício e não o contrário, é o que te desejo.

Faz-me confusão que entre comer ou fumar, se escolha fumar, mas sei que é porque tive a sorte de nunca ter fumado. Pois se acontece a tanta gente, tem de haver motivos fortes. Não são todos loucos e eu a mais inteligente, como é óbvio.

Rosinda fico feliz por ti. Espero que estejas bem. Tem um fim de semana excelente.

Parabéns pelo post que está fantástico.

De Rosinda a 02.10.2013 às 19:12

Minha amiga, sinceramente arrependo-me de não ter deixado antes, o dinheirinho que tinha poupado....lol
Beijo
Rosinda

De Miguel Alexandre Pereira a 30.09.2013 às 16:16

Simplesmente adorei este texto e a sua mensagem. Há um ano tomaste uma boa e corajosa decisão e só espero que continues a lutar contra o vício. A tua saúde agradece e as pessoas mais próximas de ti também! Uma boa semana para ti :)

De Rosinda a 02.10.2013 às 19:13

Obrigada Miguel...
Rosinda

De Existe um Olhar a 02.10.2013 às 16:53

Amiga
Adorei ler o teu testemunho fantástico. Parabéns pela tua força.
Por vezes são-nos colocadas situações fortes no nosso caminho, para que mudemos algo e esse senhor, acredito que não foi por acaso que apareceu.
Viver sozinha e sem cigarro é a prova que és uma mulher com fibra e com uma força de vontade enorme.
Ultrapassaste a fase pior, agora não há volta a dar.

Beijinhos amiga

De Rosinda a 02.10.2013 às 19:20

Por vezes sinto a falta do meu amigo assassino, como eu lhe chamava. Especialmente à noite quando o silêncio da casa vazia pesa, mas tento pensar no quanto beneficio não fumando e luto contra a vontade... tem de ser.
Beijinho grande amiga
Rosinda

De golimix a 02.10.2013 às 17:31

Ah! Hoje consegui vir aqui! Fixe!!!

Gostei do testemunho e a história que conta lembrou-me a de um rapaz, este bem novo ainda, sem quase nada e com muito azar que fazia isso recolhia periscas da rua para fumar e restos de "charros" também. Acabou com uma tuberculose do pior e hospitalizado um longo tempo.

Bjinhos e continue com força. Ok?

De Rosinda a 02.10.2013 às 19:25

Charros nunca fumei, mas o tabaco cheguei a fumar dois maços por dia.
Estou satisfeita por ter deixado, penso nunca mais voltar a fumar.
Beijinho
Rosinda

De Mulher a 18.10.2013 às 13:40

Parabéns! Venham muitos mais anos!
Até ao fim! ;)

Comentar post



"O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela." (Fernando Pessoa)


Pesquisar

Pesquisar no Blog  




Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Algumas das imagens deste blog são retiradas da Internet. Se alguma pessoa se sentir lesada por favor diga e será retirada