Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


PORQUE NÃO ENVELHECE O CORAÇÃO?

por Rosinda, em 23.02.10

Porque será que  o coração não envelhece  ao mesmo ritmo do corpo...? É claro que quando falo do coração, não falo do musculo que bate dentro do peito...! Então de que falo eu? Acreditem nem eu sei... Não sei de onde vem este jeito de tudo complicar... de onde vem o sentimento!?  Venha lá de onde vier ... do coração,  da alma, do cérebro  ou da magia ...

Será que este meu coração vai envelhecer um dia!?

É que sinto ainda forte a vontade de viver... Tenho saudades do amor, da emoção, do carinho de um abraço forte e quente... daqueles que deixa a gente a tremer por todo lado...

Ai que triste é o fado do meu pobre coração... não desiste de bater, não vê o louco varrido que o tempo é passado e eu estou a envelhecer!? Pobre coração que tem ainda sonhos escondidos, louco ... depois de tantos perdidos! Mas não será a razão do meu viver afinal?

Do meu e de muita gente... que como eu já amou, sofreu chorou e que acalenta a  esperança, sonhar um sonho mais lindo... Esquecer o mau que passou.

São sonhos... pobres quimeras de um coração que se nega  a ficar morto no peito.

Pobre coração o meu não tem jeito... não ouve o que eu lhe digo... Estou cansada meu pateta! Deixa-me estar assim quieta ... Deixa-te estar calado respeita os meus temores...

Não acredites em amores... vá lá pára de sonhar...! Essa luz que vês brilhar...? Não passa de uma ilusão... Acorda olha para mim... e presta bem atenção... para onde queres ir... eu não quero não...! Porque não envelheces coração?

 

Rosinda

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:22

BOM FIM DE SEMANA PARA TODOS!

por Rosinda, em 20.02.10

Hoje acordei cedo como sempre... bem gostava de dormir mais um pouco; e podia! Mas parece que não tenho palha no ninho... como diria a minha avó!

Fui fazer as camas de lavado à casa dos meus pais, (hoje a senhora a dias não veio) tive com eles uma conversa que já se fazia necessária. Querem que eu saia e me divirta dizem que  estou sempre metida em casa e que isso me vai fazer mal... têm razão! Mas está tanto frio... e a vontade é tão pouca... mas gostei de sentir o apoio e carinho deles. Estão a ficar velhinhos os meus pais... Que Deus  mos conserve o máximo possível.

Bem, depois de almoçar e arrumar resolvi acabar este post que já havia começado a fazer.

Adoro brincar no paint... pareço uma miúda à descoberta das coisas!

Foi feito para todos as amigas e amigos, assim podem olhar para a minha (fuça)logo de manhã... uso óculos para ler e escrever, estou de cabelo pingão (estava molhado do banho) mas é com todo o carinho e com votos de um bom fim de semana.

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:04

Para quê ? Porquê?

por Rosinda, em 16.02.10

Tenho andado muito triste e sem vontade para nada. Confesso que me sinto só.

Não era para escrever hoje... Mas ao passar a visitar os blogs, (faço-o mesmo que não escreva) vi uns comentários onde se questionava a amizade e a forma de ser de cada um.

Parece que se alguém se acha perfeito não serei eu! Mas como era demasiado óbvio...

Tenho que dizer que embora não tenha que dar satisfações a ninguém, também não dou o direito de me julgarem e até de julgarem os meus sentimentos! Quando eu digo que sou amiga... sou mesmo! Aliás e para mal dos meus pecados ... amiga até sou de toda a gente!

Mas eu sou um ser humano único, como todos nós. Ninguém é igual a ninguém! Quando comento alguém faço-o de coração aberto. E se aclamo a Amizade por alguém... não é para ninguém acreditar, nem eu própria acreditar... Eu aclamo a Amizade Universal!

Nunca tive muito tempo para fazer grandes amizades. Entre trabalhar e criar cinco filhos, o tempo era pouco. Também tinha a mania das limpezas e ainda tenho. Passava muito tempo em casa. E mesmo ao fim de semana, quando seria pressuposto sair para passear... o marido não me levava! O tempo era necessário para a pesca e amigos.

Posso dizer-vos que vivendo há trinta anos em Guimarães, nunca fui ao Bom Jesus, em Braga! Ou seja; pouco conheço até do meu próprio País.

Toda esta conversa para explicar que amigas, até a altura em que comecei a escrever no blog, tinha e tenho uma. Somos amigas há trinta anos! Passamos muitos dias sem nos ver-mos... mas sabemos que se for necessário faremos de tudo para nos ajudar-mos mutuamente. E tenho milhões de amigos porque sou amiga de toda a gente!

Quando comecei a escrever no blog, fui-me envolvendo, conhecendo pessoas. Sou amiga de todas. Mas realmente houveram algumas pessoas que me tocaram mais profundamente;

talvez pela atenção e carinho que me deram numa altura bastante má da minha vida.

Entre elas destaquei a Fátima (Sindarin) muitas vezes... Tenho por ela uma amizade verdadeira e não vejo a hora de a conhecer pessoalmente....!  Há mais algumas que vou fazer questão de conhecer se Deus me der saúde e possibilidade de o fazer.

PORQUÊ?

Desafio quem se digna a julgar sentimentos que responda! Eu não sei porque se gosta....

Mas sei porque não se gosta ... Despeito! Enquanto houver  pessoas que não respeitem sentimentos, será sempre assim!  Não me julgo perfeita, como dizem... sou humana! O que é humano jamais será perfeito!  Mas eu sou eu... e não há mais ninguém no mundo igual a mim! Ou a ti! Ou a qualquer uma outra pessoa! Cada ser humano é único!

Agora desabafei... falei bem? Falei mal? Falei o que sinto, nunca minto!

E Graças a Deus ainda existem  amizades assim ... não vejo o incomodo de se ser amigo!

Ainda perguntam se sei o que é amizade? Sei! O que não sei é a razão de tanta maldade!

Rosinda

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:30

Desafio

por Rosinda, em 15.02.10

Ontem a Marta M. lembrou-se de me deixar um desafio, falar de cinco manias minhas.

Hoje a Sindarin mandou-me o mesmo desafio. Agradeço às duas e vou então falar das minhas manias... só cinco? É que eu tenho muito mais!

 

1-   Tenho a mania que só eu é que sei arrumar bem a casa! Tenho mesmo que sair se estiver alguém a fazê-lo... com receio de me intrometer!

2- Quando uso... tenho a mania de tirar o sutiã mal chego da rua... Detesto essa peça de vestuário!

3-  A mania de levantar as sobrancelhas com desdém quando me aborrecem...

4-  Tenho a mania de dizer tudo o que penso...às vezes estava bem calada!

5-  Tenho a mania de que sei fazer de tudo... qualquer dia vou para trolha!

Desenganem-se... não digo mais nada... Mas... não imaginam o que fica por dizer!

Agora vou passar a batata quente para :

                                                                         

                                                Gusty

                                                Flor Cintilante

                                                Free Style

                                                Flordeliz

                                                Alzira Macedo

                                                Sonho Solitário

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:31

VIRAR A PAGINA...

por Rosinda, em 11.02.10

Acabou... Agora preciso de virar a página deste livro da vida. Esquecer as palavras por dizer, esquecer a parte que não foi vivida.

Acabaram-se as palavras gastas e desgastadas, ditas sem sentido, sem valor, dadas como a fundo perdido. Basta! Não quero seguir por aí... não não vou por aí! (como dizia alguém)

Quero e vou seguir caminho... enfrentando o que vier... Ora rindo, ora chorando, como toda a gente faz... viverei tudo o que a vida tiver para eu viver!

Ergo as costas... Empino a cabeça... Não deixo que essa sombra me entristeça.

Quero caminhar o tempo que me resta... em festa com a vida! Olhar em frente e pensar: Sou gente! E virá o sol para embelezar esta estação... ainda fria . Terei ainda para dar e receber... muita alegria!

Passei muito tempo a lamentar-me, escondi-me da vida de verdade... Chega! Para mim chegou a LIBERDADE!

 

Rosinda

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:39

Coração magoado, mas inteiro...

por Rosinda, em 05.02.10

Triste e sobretudo muito magoada, lá assinei os papeis, os direitos que a lei me dá, são mínimos, mas acabei por aceitar.

Metade de um salário mínimo. Não há como evitar o inevitável.

A vida vai sofrer alterações drásticas, mas terei que sobreviver.

Prometeu contudo ajudar o nosso filho, mas só o fez verbalmente e eu deixei de confiar. O tempo o dirá... estou conformada. Mais uma vez tenho de agradecer a Deus, (aquele a quem digo na brincadeira que adormeceu) Mas tem-me dado uma capacidade enorme de aguentar tudo isto, sem me deixar cair em total desespero. Consigo ainda ter vontade de viver e esperar por alguns momentos de felicidade. Continuo sem raiva ou ódio no meu coração, a vida ainda não me embruteceu.

no meu coração andam às voltas muitos sentimentos, lembranças, esperanças,amizades,amor aos meus pais, aos meus filhos , aos meus netos. Ainda tenho muito amor no coração. Ainda sinto a minha alma limpa... Espero e desejo até, que lhe corra tudo bem a ele, porque acredito que para fazer-mos o certo e o bem, temos de estar de bem com a vida e com nós próprios. Assim é a vida, assim somos nós, primeiro a revolta, depois a conformidade e aceitação. O que não tem remédio, remediado está. Que Deus me ajude a viver consoante as possibilidades (tenho de deixar de fumar...).

Peço desculpa ás minhas amigas e amigos, pela preocupação que vos dei com o meu desabafo. Agradeço todas as palavras de apoio recebidas. Esta foi mais uma prova de que para haver sentimentos não é preciso presença fisica. Alguns estarão para sempre no meu coração. Não me levem os outros a mal mas de entre todos há uma amiga que quase me lê a mente... é alguem muito especial; Fátima... Um bem haja... penso que noutra vida devemos ter tido uma ligação familiar... Adoro-te! 

Rosinda

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:07

AMARGA COMO FEL...

por Rosinda, em 03.02.10

Falei de amor no ultimo post, confesso que hoje ao ler o que escrevi, embora sendo o que realmente penso, me sinto confusa e amarga.

Como posso eu falar de amor?... Depois de dois casamentos fracassados?... ( Pois é! Tenho uma moral do caraças!)

Falei de respeito... que respeito tenho por mim própria se ainda amo alguém que me trocou por outra ao fim de vinte e dois anos de casamento? ..............

Estamos separados à cerca de ano e meio. Foi um bom pai, um marido ... normal... e um péssimo amor... e eu? Anulei-me completamente como mulher para viver para ele... em função dele e do que ele decidia. Ele era o chefe de família ! Respeitado, amado... eu vivia para lhe fazer os petiscos que tanto gostava, passar muito bem a sua roupa, manter tudo a funcionar sobre rodas e estar sempre bem e disposta para o sexo... e estava... porque até nisso ele teve sorte!

Fazia tudo com amor e prazer... e quando às vezes a minha irmã me dizia...( Tu não tens vida...   Sempre lhe dizia que tinha o necessário, gostava da vida pacata.

Enfim... Esse homem a quem dei tudo de mim...? Veio cá a casa ontem, com os papeis para o divórcio amigável, sem direito a pensão. Nem um aperto de mão... um sorriso ou um olhar... pois não tem coragem de me olhar de frente!

Falei-lhe claramente, chamei-o à razão. O filho está no 2º ano de Eng..civil, tem 20 anos... ele é louco?

Disse que se tivesse que ajudar quem precisa haveria muitos que ajudaria no Haiti... Não discuti, faz muito tempo que as palavras me custam a sair. Os papeis estão na mesa da sala, onde os deixou. Tenho que arranjar um advogado, mas... como os direitos mudaram tanto... provavelmente não me serve de muito. 

E depois de tudo isto, alguém acredita que eu ainda amo esse homem?... Pois acreditem! 

Então como posso eu falar de amor, da forma que falei?

O amor é um estado de loucura, de que me quero livrar. 

Se eu pudesse mataria o meu coração... ou no mínimo colocava-o num manicómio! ...

A partir de agora matei o meu coração, só falarei de amor em poemas, onde as palavras se fantasiam de sonhos e quimeras.

Sinto-me amarga como fel, as respostas, os porquês... não encontro, também já não procuro mais... cansei desse sentimento... a que chamamos amor e só nos trás sofrimento! 

 

Rosinda

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:07


"O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela." (Fernando Pessoa)


Pesquisar

Pesquisar no Blog  




Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Algumas das imagens deste blog são retiradas da Internet. Se alguma pessoa se sentir lesada por favor diga e será retirada