Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Quem sabe deixará um dia de ser sonho

por Rosinda, em 10.11.10
 
As coisas em ordem...
Os grandes antigos, quando queriam propagar altas virtudes, punham seus Estados em ordem.
Antes de porem seus Estados em ordem, punham em ordem suas famílias.
Antes de porem em ordem suas famílias, punham em ordem a si próprios.
E antes de porem em ordem a si próprios, aperfeiçoavam suas almas, procurando ser sinceros consigo mesmos e ampliavam ao máximo seus conhecimentos.
A ampliação dos conhecimentos decorre do conhecimento das coisas como elas são
(e não como queremos que elas sejam).
Com o aperfeiçoamento da alma e o conhecimento das coisas, o homem se torna completo.
E quando o homem se torna completo, ele fica em ordem.
E quando o homem está em ordem, sua família também está em ordem.
E quando todos os Estados ficam em ordem, o mundo inteiro goza de paz e prosperidade.

(Mestre Confúcio)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:27

Sem máscaras

por Rosinda, em 10.11.10

 

 

Desde que me lembro de mim como gente, lembro-me que sempre tive o coração muito perto da boca, e muitas vezes andei com o coração nas mãos. Mas nunca perdi a capacidade de amar. Sou de uma sinceridade um pouco dura, é verdade, mas quando tenho algo para dizer digo-o sempre com o coração. Não gosto de falar ou escrever por entre linhas, sou frontal e verdadeira ainda que por vezes me doa, mais a mim que ao visado. Eu sou assim, o que tenho no coração transborda, sai e lava-me a alma e depois acaba. Não sou capaz de albergar sentimentos negativos contra "ninguém" Porque eu sou ninguém... E penso que por aceitar a minha insignificância, encontrei o equilíbrio, para suportar tudo o que a vida me tem dado de mau, pensando no que tive de bom.

Hoje era para escrever aqui sobre a minha mãe, que felizmente está melhor . Está em casa, eu estou a cuidar dela. Tenho até que lhe dar eu as injecções, pois está com um medo enorme aos enfermeiros. Assim tem de ser e se me entristece,mas  sei que estou a tentar dar-lhe o máximo de apoio possível. E amor, muito amor.

Hoje ao  ler os blogs que leio habitualmente, senti que tenho que dizer o seguinte; Não sou pessoa de criticar nada, apenas constatar factos e livremente falar desses factos. Não leio assim tão bem entrelinhas, mas leio o suficiente. É pena, pois só posso dizer mesmo "é pena" que nem todos tenhamos a capacidade de respeitar e seguir em frente com um sorriso, mas não maldoso. Porque também há o sorriso maldoso, mas desse eu fujo a sete pés... nunca o quis nem o senti e não o quero para mim. Posso ter um sorriso triste, mas sempre sem maldade ou subterfúgios. Os desgostos não me puseram amarga, até quem me despreza eu respeito, mas tenho que dizer, que me faz pena, muita pena...que do muito de bom que existiu, só tenha restado no teu coração, essa raiva amarga. Eu lembro a partilha, as coisas boas e fico feliz com tudo o que possas conquistar de bom pela vida fora. E dói-me quando sinto que tens tanto de bom e te fixas em coisas que nada valem.  E porque sou mesmo clara e transparente, um abraço para ti Fátima, sem mascaras. A minha "inspiração" não tinha nada a ver contigo. Gosto do que escreves e tu sabes isso.

Rosinda

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:40

Inspiração????

por Rosinda, em 09.11.10

 

 

 

Por acaso hoje estava sem inspiração nenhuma e eis que...  Pois será isto inspiração? Eu cá acho que não! E quando vejo blogs da treta destacados por estas coisas, fico assim:

Que pode ter de interessante uma escrivaninha? Será que vai ser destacada a mais desarrumada? Na volta talvez!  Destaque pela desarrumação!!!!!!!! Confesso que gosto muito de estar por aqui nos blogs. Há muita partilha, aprende-se bastante, fazem-se verdadeiras amizades... Mas estes destaques baseados no "inspira-me" são qualquer coisa...

Por vezes até coincide e destacam algum que merece, mas tem outras que brada aos céus!  Pelo menos podiam escolher temas de jeito para chegar a quem realmente escreve bem. Assim vejo bons blogs que nunca são destacados, vejo  alguns bons destacados vezes sem conta e muitos destacados nem sei bem porquê!

Aí têm a minha escrivaninha, nada interessante. O meu Marlboro, um Kinder bueno, (não me oiça a Isabel Figueira, porque eu não lho dou)

E pronto se eu for destacada, vou ficar muito honrada, pelo sucesso e até vos mostro a casa toda! Ai sapinho verde... por vezes fico amarela contigo!

 

Rosinda

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:32

Chove lá fora e chove no meu coração.

por Rosinda, em 08.11.10

 

A chuva cai, suave de mansinho e eu lembro de quando era criança. Como eu gostava de sair para a rua e sentir a chuva picar-me o rosto. Molhar-me os cabelos grandes que depois abanava , sacudindo a cabeça. Lembro minha mãe a ralhar; Maria! Vais ficar doente...

Talvez se o fizesse agora ficasse doente, mas nessa altura era jovem, cheia de saúde.

Esta noite dormi  muito pouco. A chuva com seu murmurar suave, fez-me companhia. Farta  de estar na cama , levante-me e vim para o meu cantinho. Sentada na minha confortável cadeira, deixei-me estar calmamente e continuei a ouvir a chuva que ainda cai lá fora. O cesto dos papeis contem demasiados pacotes de tabaco vazios, ando realmente a fumar demais, pensei.

Na noite anterior a esta, minha mãe descompensou completamente, ligou-me várias vezes durante a noite, crises medonhas de pânico fazem-na acreditar que a querem matar no hospital. Ontem a esta hora estava eu a caminho do hospital para tentar que se acalmasse. Não consegui...

Recusava os medicamentos e os alimentos. Depois de vista pelo médico, lá conseguiram que ela deixasse aplicar a injecção e tomasse o resto. Comer, mal comeu. Já rebentou três pontos com tanta agitação e tem a parte superior da perna completamente negra. Ontem disse-nos que ia morrer à meia noite se não assinarmos o termo de responsabilidade para sair do hospital. Gostava de poder ter passado a noite com ela, mas não é permitido. Telefonou-me por volta da onze horas de ontem ; Não tenho nem vestígios de sono ... disse. Mas já não falou da morte. Esta noite foi longa para mim. Espero que hoje ela esteja melhor.

É verdade que tudo isto são coisas normais, o fim da caminhada talvez se aproxime e deveríamos aceitar naturalmente o fim da vida. Mas isso são palavras, as tais palavras bonitas... mas que se distanciam muito da realidade.  Porque a realidade é que sofremos quando sentimos que estamos perto de perder quem amamos e ninguém está preparado, por muito que tente. 

Chove lá fora e chove no meu coração.

 

Rosinda

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:07

E agora?

por Rosinda, em 04.11.10

Ontem quando soube que tinha sido a vencedora do VII Rounde DESAFIO EM CADEIA cujo tema era o SORRISO fiquei surpreendida, não contava. Fiquei contente claro! Não me sinto vencedora, mas gostei de sentir que os meus versinhos, simples mas de coração, tocam no coração da Manu http://divclube.blogs.sapo.pt  de quem comentou de forma tão agradável e carinhosa. Vencedores são todos os sorrisos, os escritos e os de quem não entrando no desafio os espalha também por aqui.  Vou tentar que a CADEIA  não se quebre e os DESAFIOS continuem para que todos possamos sorrir em verdadeira partilha e amizade.

Não sei mais que dizer, sinto que me sobra em emoção e agradecimento, tudo o que no momento me falta em palavras. Muito obrigado a todos.

Espero que estejam ao meu lado para me ajudar a levar este desafio adiante.

Deixo-vos o meu sorriso e a minha amizade. Jamais poderão saber o quanto têm sido importantes para mim. Por vezes as palavras não chegam ou talvez sejam demais.

 

UM BEIJINHO a todos e aqui ficam os meus versinhos:

 

SORRISO

 

O sorriso contagia deixa o rosto iluminado

 

Fá-lo brilhar de alegria, dando-lhe um novo encanto

 

Sorriso doce franco e rasgado,

 

malandreco atrevido, insinuante...

                                                                

Sorrir é uma graça, sorri só por um instante

 

O sorriso pode ser teu cartão de identidade.

 

Sorrir muito faz tanto, tanto...

 

Até mesmo te garanto,

 

Nos faz esquecer a idade,

 

Mas o sorriso mais lindo

 

É o sorriso da Esperança

 

Tão puro, tão inocente no rosto de uma criança...

 

Sorrindo vou versejando

 

Sorrindo de um sonho meu...

 

Quero e vou sorrir sonhando,

 

Mesmo lá longe no céu...

 

Mas enquanto por cá estou

 

Nesta vida de passagem

 

Um sorriso eu vos dou

 

Para alegrar a viagem.

 

 

Rosinda 

 

 

PS: A minha mãe está um pouco melhor. Reagiu bem ás transfusões de sangue e já resmunga, o que é um óptimo sinal de melhoras! Lol...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:35

A vida é um presente...

por Rosinda, em 03.11.10

Sinto-me empurrada pelo vento forte de uma vida com demasiados Invernos. Tento constantemente olhar a vida de frente e sorrir, mas, a cada passo dado em frente, sinto o empurrão deste vento agreste que teima em me arrasar. Até quando conseguirei manter a força e o discernimento. Se todos vivemos a um passo da loucura, onde vou buscar forças para tanto ...? Eu sei. Olho para o lado e no mal maior dos outros... encontro a coragem. É que há casos de vida bem piores, tormentos maiores, e pobreza bem maior também.

Ontem estive no hospital desde as 17 e 30 até hoje à 1 hora da manhã. Dessas sete horas cinco foram passadas à porta do bloco operatório. Não pude deixar de ouvir um médico dizer a uma senhora que iam ter de amputar a perna ao marido. Também ouvi uma mãe falar da filha de tenra idade com um tumor na cabeça. Dramas enormes comparados com uma cirurgia ao joelho aos 75 anos, pensei... e o meu mal ficou menor.

Deixaram-me ver a minha mãe no recobro, não estava bem, os enfermeiros foram amorosos comigo e disseram que era normal. Vim para casa a pé, devagar, fumando um cigarro e pensando no quão insignificantes e frágeis podemos ser.

Eram nove da manhã quando voltei ao hospital, para ir à minha consulta de ginecologia oncológica, estava apreensiva, mas tranquila. Já são poucas as coisas que me metem medo neste mundo. Esperei três horas pela minha vez. Mais uma vez vi muito sofrimento em redor e quando a médica me disse que tinha que ser operada, nem sequer fiquei surpresa, apena lhe perguntei; A quê? Já não tenho os órgãos reprodutores!

Pois, mas tenho outros... e por lá  apareceu algo com um nome esquisito e grau superior a tês e tem que ser tirado... e pronto! Consulta de anestesia exames marcados, lá tenho que  ganhar coragem e fazer a sétima cirurgia.

Comi um panado no bar do hospital que me soube pela vida...! Fui então ver a minha mãe. Fiquei triste, estava ligada a uma máquina porque as tensões baixaram muito e está a levar transfusões de sangue porque apareceu uma anemia. Não são boas noticias, mas mesmo com lágrimas nos olhos eu continuo com o meu sorriso triste, acreditando que tudo vai melhorar e vendo que há sempre um mal maior que o nosso.

Aqui vou escrevendo o que sinto e agradeço verdadeiramente a quem me lê e se vai preocupando. Agradeço e peço desculpa pelos desabafos , mas creiam, eu não quero passar negativismo, antes pelo contrário! A vida é feita de tudo, e com tudo podemos aprender.

Vamos viver um dia de cada vez, com a certeza de que a vida é o presente e... um Presente.

 

Rosinda

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:39

Amanhã é um novo dia...

por Rosinda, em 02.11.10

Minha mãe foi hoje internada para cirurgia ao joelho. Fui leva-la ao hospital de manhã, o internamento foi feito perto da 13 horas. Será operada depois da 20 horas. Vim a casa, voltarei ao hospital por volta das 17 horas, ficarei até que saia do bloco operatório. Está bastante fragilizada e eu tenho alguns receios, mas ela quis ser operada. Tem esperança de ficar bem das pernas e poder andar bem. Permita Deus que sim.

Gostava de poder passar as noites com ela no hospital, aliás até comentei hoje com o médico; Se quando somos crianças podemos ser acompanhados pelos pais em pediatria, porque não podem os filhos acompanhar os pais mais velhos? Não se diz que voltam a ser crianças? Bem que ela gostaria... diz que tem medo que descurem dela... mas estarei lá quando acordar da anestesia e amanhã bem cedo, apesar de não haver visitas, eu vou vê-la. Vou fazer o que se não deve, tenho uma consulta no hospital e depois de entrar eu conheço bem o espaço e vou lá. Entro descontraída e normalmente e não me dizem nada. Também não admira já lá estive tantas vezes que pensarão que faço parte dos funcionários.

O meu pai, já com oitenta e dois anos, não quer sair de casa dele, o que me preocupa, especialmente de noite. Mas ele é muito teimosinho e tem de ser como ele quer. Mal almoçou e já foi para ao pé dela... resmungam constantemente mas não são nada um sem o outro. Estão casados há 58 anos e quando um partir, o outro pouco tempo ficará...  Aí sim, eu vou sentir o peso dos anos, é que enquanto temos mãe e pai, ainda nos sentimos novos...! Amo os meus pais, não foram os melhores pais do mundo, mas deram-me a vida! E como eu gosto de viver, apesar de tudo!

Estou também um pouco apreensiva com esta consulta para que fui chamada... "ginecologia oncológica" É que não faço ideia porquê!? Bem amanhã já sei, não vale a pena estar a fazer "filmes". Uma coisa de cada vez...

Hoje o meu post não será muito alegre, mas amanhã será sem dúvida um dia melhor...

 

Rosinda

"Quando a velhice chegar, aceita-a, ama-a . Ela é abundante em prazeres se souberes amá-la. Os anos que vão gradualmente declinando estão entre os mais doces da vida de um homem, Mesmo quando tenhas alcançado o limite extremo dos aos, estes ainda reservam prazeres"
Séneca

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:26

Pág. 2/2



"O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela." (Fernando Pessoa)


Pesquisar

Pesquisar no Blog  



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Algumas das imagens deste blog são retiradas da Internet. Se alguma pessoa se sentir lesada por favor diga e será retirada