Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


AMARGA COMO FEL...

por Rosinda, em 03.02.10

Falei de amor no ultimo post, confesso que hoje ao ler o que escrevi, embora sendo o que realmente penso, me sinto confusa e amarga.

Como posso eu falar de amor?... Depois de dois casamentos fracassados?... ( Pois é! Tenho uma moral do caraças!)

Falei de respeito... que respeito tenho por mim própria se ainda amo alguém que me trocou por outra ao fim de vinte e dois anos de casamento? ..............

Estamos separados à cerca de ano e meio. Foi um bom pai, um marido ... normal... e um péssimo amor... e eu? Anulei-me completamente como mulher para viver para ele... em função dele e do que ele decidia. Ele era o chefe de família ! Respeitado, amado... eu vivia para lhe fazer os petiscos que tanto gostava, passar muito bem a sua roupa, manter tudo a funcionar sobre rodas e estar sempre bem e disposta para o sexo... e estava... porque até nisso ele teve sorte!

Fazia tudo com amor e prazer... e quando às vezes a minha irmã me dizia...( Tu não tens vida...   Sempre lhe dizia que tinha o necessário, gostava da vida pacata.

Enfim... Esse homem a quem dei tudo de mim...? Veio cá a casa ontem, com os papeis para o divórcio amigável, sem direito a pensão. Nem um aperto de mão... um sorriso ou um olhar... pois não tem coragem de me olhar de frente!

Falei-lhe claramente, chamei-o à razão. O filho está no 2º ano de Eng..civil, tem 20 anos... ele é louco?

Disse que se tivesse que ajudar quem precisa haveria muitos que ajudaria no Haiti... Não discuti, faz muito tempo que as palavras me custam a sair. Os papeis estão na mesa da sala, onde os deixou. Tenho que arranjar um advogado, mas... como os direitos mudaram tanto... provavelmente não me serve de muito. 

E depois de tudo isto, alguém acredita que eu ainda amo esse homem?... Pois acreditem! 

Então como posso eu falar de amor, da forma que falei?

O amor é um estado de loucura, de que me quero livrar. 

Se eu pudesse mataria o meu coração... ou no mínimo colocava-o num manicómio! ...

A partir de agora matei o meu coração, só falarei de amor em poemas, onde as palavras se fantasiam de sonhos e quimeras.

Sinto-me amarga como fel, as respostas, os porquês... não encontro, também já não procuro mais... cansei desse sentimento... a que chamamos amor e só nos trás sofrimento! 

 

Rosinda

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:07


19 comentários

De Sonhosolitario a 03.02.2010 às 12:46

Olá amiga Onix
Boa tarde
Li tudo quanto escreveste com as tuas mágoas e coração
Muito não poderei dizer porque faz parte da tua vida e do teu sentir
Respeito tudo quanto aqui dizes, só deixa-me dizer uma coisa és uma grande mulher para teres a coragem de desabafar o que te vai na alma, por que o amor tem dessas coisas, e as paixões não se curam com medicamentos.
Por isso amiga e pensa bem e aconselha-te melhor ok.
Um doce beijinho força amiga por esses sentimentos dói muito,
Teu amigo sonhosolitario

De Rosinda a 03.02.2010 às 22:31

Sonho solitário, é verdade! Inventam tanta coisa, que bem podiam inventar um medicamento para isso!
Mas quem tem coração não esquece facilmente...
Tudo isto ha-de passar um dia...
Obrigado pela compreenção e respeito e pelo carinho desse doce beijo que me mandas.
Beijos também para ti...

De luadoceu a 03.02.2010 às 13:41

Onix

Fico muito triste com o rumo dos teus acontecimentos.
Custa me ver a frieza de teu homem, apos tantos anos de vida em comum e um filho já um Homem e Crescido.

Mas o chamado Amor não tem culpa Onix (as pessoas é que teem), vive teu luto, sei que tens amargura no coração e tão depressa pensas que não há espaço para o Amor, mas ele virá quando menos esperares e teu filho (desculpa a ousadia e falta de bom senso mencionar os filhos, que nem sequer conheço sua personalidade) com certeza ( talvez) apoie um dia voltares a amar e ser feliz. Não te quererá sentir e ver triste, porque te ama, pensa então nele e continua a viver o Amor, ele trará outras alegrias, mas com outra pessoa. Não é preciso ser já. Mas qualquer dia.

Sei que é facil falar, mas também pensei muitas vezes que não merecia ninguém, nem merecia que me amassem, que nem me viam, até que a vida me provou o contrario e me deu meu Homem, sim, o meu Homem. E minha Menina.
E parecendo que não já não sou nova. Tenho quase 39 anos de vida...e minha menina é ainda uma bébé. Mas a vida deu me alguem, por isso não te feches, muito menos te condenes do Bem que fizeste a outra pessoa, nunca.

Fizes te o porque es tu, porque amaste, ele e que nao merecia a pessoa que es, mas nao te culpes, nem te condenes, um dia vais te aperceber disso e vida dar te a frutos do Bem que fizeste. Continuas a ama lo? Tudo bem, mas não te feches pf, c te disse o Amor em sim não tem culpa, as pessoas sim.
Fico mto triste...mas és forte, lutadora e vais vencer no Amor, vais ver...))

De Rosinda a 03.02.2010 às 22:36

Lua do ceu, obrigada por seres assim, é bom acreditar no amor, mas sinceramente... para mim é complicado, esta idade na minha opinião é a idade das certezas... e eu sinto que o futuro é incerto, sinto-me destabilizada!
Espero que tudo se resolva e eu consiga ter um pouco de sossego!
Agradeço-te imenso o teu comentário, bastante animador.
Beijinhos

De Sindarin a 03.02.2010 às 15:21

Olá amiga! E pronto tinha de ser. Ir com a estupidez até ao fim. Há homens que realmente não valem nada. Tal como mulheres também é verdade. Pessoas a quem nos entregamos de corpo e alma e não merecem. Pena é amiga que o ames. Que ele esteja enraizado fortemente no teu coração. Como gostaria de te ajudar a arrancá-lo dái...mas infelizmente só tu o podes fazer. Tem fé, tem força amiga. Deus há-de ajudar-te. Mtos bjs e muita força para ultrapassar esta fase má.

De Rosinda a 03.02.2010 às 22:38

Pois amiga já te tinha dito, é mesmo muito triste, faz-me sentir além de humilhada, bastante preocupada especialmente com o meu filho.
Não quero que desista do curso. Mas tudo se vai resolver...
Beijinhos

De olha_por_mim a 03.02.2010 às 15:51

Olá amiga!!!
Lamento o que aconteceu...realmente esse homem ñ merece o amor que tu lhe tens...mas tu ñ estás louca...o amor é mesmo assim...por vezes amamos o impossível...amamos quem mais nos despresa...o coração prega-nos estas partidas...enfim...
Eu ñ percebo nada destas les do divórcio...mas acho q devias falar com um advogado só para teres uma ideia se ele pode fazer o q quer fazer...
Beijocas enormes

De Rosinda a 03.02.2010 às 22:43

Tú amiga, que tanto valorizas a família... apesar de seres ainda tão nova! Ver tudo a desmoronar é difícil!
Vou procurar ajuda e parecer com o advogado sim, mas não sei o filho é de maior idade! E eu? Sou velha para trabalhar, ninguém me dá trabalho! Mas também ninguém se preocupa em arranjar soluções para estes casos. Porque infelizmente , não sou única!
Beijinhos linda e obrigada pela força!

De Gusty a 03.02.2010 às 17:49

Eu acredito amiga, que no momento em que gostar e se AMAR MAIS A SI tudo isto muda.
Todo o ser humano tem direito ao respeito se respeitar e ao amor se amar.
Eu não me imagino a amar alguém que me faz mal, pq AGORA PRIMEIRO ESTOU EU.
Eu acredito que td isto irá passar e vai pensar dp que a energia que lhe dispensou foi nula e obsoleta e estara pronta de novo para AMAR.
MAS PRIMEIRO LEMBRE-SE, AME-SE A SI E MMMMMMUUUUUIIIIIITTTTOOO.
Bjs
Gusty

De Rosinda a 03.02.2010 às 22:46

Gusty, é capaz de ter razão, nas escolhas eu estou sempre no fim...
Mas nem isso se pode controlar! Será mesmo um erro colocar quem amamos acima de nós? Pois no meu caso foi, mas acredito que quando se ama isso acontece.
Beijinhos e obrigada pelo carinho.

De RosaOliveira a 03.02.2010 às 17:49

Onix:
Não mate o seu coração!
Mate esse sentimento de auto-piedade que se apodera de nós quando somos trocadas.
E acredite, digo-o com mestrado, é sempre mais feliz... quem mais amou.
Você é uma grande mulher.
Eu criei os meus dois filhos sem um cêntimo do pai deles e... eles estão muito bem graças a Deus.
Xi

De Rosinda a 03.02.2010 às 23:07

Olá Maria, creio que está enganada... não é auto-piedade o que sinto!
Longe disso... o ser trocada doeu, não nego! Mas a falta de respeito por 22 anos de casamento e querer e não ajudar o filho nesta altura, isso doi! Diz que criou os seus filhos sem ajuda ... acredito! Que idade tem? e eles que prespéctivas fizeram da vida, provávelmente e pelo que tenho lido, eram pequenos, adaptaram-se! E se quiserem ir para a universidade? Vai conseguir? No caso o meu filho está a meio do caminho de se formar, é justo acabar com os sonhos dele?
Tudo tem o seu tempo... tenho 56 anos e não trabalho . Tive de parar há 5 anos por motivo de doença e nunca mais arranjei trabalho... porque sou "velha". Cada caso é um caso. Vi que teve realmente pouca sorte. Talvez até bem pior que eu, pois nunca fui agredida fisicamente.
Contudo a idade, minha cara faz-nos ter medo á vida!
Agradeço o comentário e aproveito para dizer-lhe que apesar de volta e meia visitar o seu espaço, não vou mais vezes e não comento, pela sua liberdade de expressão, com que não consigo lidar! Eu sou sempre muito franca com toda a gente! Não ia gostar decerto que lhe chamasse a atenção para os palavrões... por isso me abestenho... Todos temos direito a ser como somos. Mas podemos sempre fazer as nossas escolhas de leitura.
Um beijo também para si e desculpe a frontalidade... eu sou mesmo assim!

De RosaOliveira a 04.02.2010 às 21:07

Onix:
Gosto de pessoas frontais! Muito!
Sou pouco mais nova que você, mas a idade aqui não conta para nada... porque você é uma mulher jovem! Os meus filhos trabalham os dois e não fizeram a Universidade por opção. Mas seria muito complicado pagar-lhes os estudos se fossem para longe de casa. Só se eles fossem excelentes alunos e conseguissem bolsas de estudo, mas assim mesmo são muito baixos os valores que lhes dão...
Pena que homens como o pai do seu filho e o pai dos meus, não sejam PAIS DE VERDADE. Porque seriam os primeiros a não cortar as asas aos filhos e a querer vê-los bem.
Mas também há por aí muita mulher que faz o trabalhinho tão bem feito que eles ficam cegos, surdos e totalmente submissos. Esquecendo-se até dos filhos ou simplesmente ignorando-os.
Não sei como funcionam as leis, se é que há leis neste País, mas porque não ser o filho a falar com o pai, tentando chamá-lo à razão?
Só procurei animá-la porque a minha história é verídica!
E os palavrões que estão escritos... foi porque foi exactamente assim que aconteceu, garanto-lhe que no meu dia a dia não digo palavrões nem gosto de os ouvir. Mas soa-me a mentira se decidi contar o que vivi e me esconder atrás de palavras bonitas, escondendo o que na verdade foi dito em momentos de desespero. Seria mentira... entende?
E até lhe agradeço que me tenha chamado a atenção. Mas se foi assim que tudo se passou... o que sugere que escreva?
De coração... só queria vê-la mais animada! Porque assim... a única pessoa que continua a sofre é você! E nenhum homem merece tanto sofrimento de uma mulher.
Agradeço a sua frontalidade.
Xi

De Existe um Olhar a 03.02.2010 às 21:40

Amiga
Queres maior prova que não te deves desgastar por quem não merece?!
Claro que é normal que te sintas revoltada, triste e desanimada, mas não deixes que esse estado se prolongue por muito tempo.
Não feches o teu coração, parte para outra, quem sabe se quando menos esperares aparecerá alguém que mude por completo a tua vida?!
Costuma dizer-se que não há duas sem três.
Ainda um dia vou ler aqui a minha amiga Onix a dizer:- Estou muito feliz!!!!!!!!!!
Vá lá...fico aqui a torcer por ti.

Beijinhos
Manu

De Rosinda a 03.02.2010 às 23:12

Minha doce Manu... é dificil! Mas espero ter o descernimento suficiente para sair desta situação. As suas palavras sempre animadoras fazem bem ao ego e á alma!
Obrigada é realmente o comentário que esperava da Manú; Animadora e cheia de fé no futuro... ou seja : Bom astral!
Beijinhos e obrigada por ser minha amiga e desejar-me tão boa sorte!

De MIGUXA a 04.02.2010 às 00:28

Rosinda,

Minha querida,

Entendo a tua amargura e em especial pelo facto de ainda sentires algo pelo teu ex companheiro. Ele não merece, quem sabe alguma vez terá merecido a tua dedicação mas, quem ama não deixa de amar de hoje para amanhã. Precisas do apoio de um advogado.

Para ti estarei sempre aqui, com a minha amizade e todo o carinho que necessites.

Beijinhos doces
Margarida

De Rosinda a 04.02.2010 às 20:47

Obrigada Miguxa, pelo carinho e por entender-me. Amor não é peça de roupa que se coloca de lado porque está rota e velha... Não é facil, mas tem de ser possível.
Beijinhos

De Sindarin a 04.02.2010 às 18:05

Querida amiga. Luta pelos teus direitos e tenta esquecer esse homem. Ele não te merece nunca te mereceu amiga. Tu mereces muito mais. Um grande beijinho querida.

De Rosinda a 04.02.2010 às 20:48

Doce amiga, vou tentar levar o barco a bom porto, como se costuma dizer.
Obrigada pela tua preocupação constante... és uma boa amiga.
Beijinhos

Comentar post



"O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela." (Fernando Pessoa)


Pesquisar

Pesquisar no Blog  



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Algumas das imagens deste blog são retiradas da Internet. Se alguma pessoa se sentir lesada por favor diga e será retirada