Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


O meu cantinho, o meu lugar...

por Rosinda, em 05.09.10

Vivo em Guimarães há trinta e seis anos, retornada das ex.colónias, sem "eira nem beira" vim para a casa de uma tia. Poucos dias depois, estava a viver no Patronato da Sª da Oliveira. Acolhida pelo Monsenhor, eu, minha família e mais algumas pessoas vindas de Angola.

Aí vivi cerca de três anos. Os meus filhos dormiam nas camaratas, existentes para acolher os seminaristas. Eu e meu marido tinhamos um quarto. Cozinhar cozinhava-mos todos juntos. Aí nasceu o meu terceiro filho, a tão almejada menina...

A determinada altura, não posso precisar datas certas, abriu um concurso para casas do I.G.A.P., casas construídas para pessoas menos favorecidas... os chamados "bairros sociais".

Nem imaginam a minha alegria quando soube que teria casa nesse bairro. Eu nem acreditava quando ao fim de três anos sem casa, me mudei para o meu cantinho, o meu lugar...

Até então, tinha vivido em lugares de "gente fina" e de início, foi complicado habituar-me ao ambiente. Sempre sabendo qual o meu lugar e respeitando o lugar dos outros, o tempo foi passando. Depois disso, tive oportunidade de sair daqui, mas sinto-me aqui tão bem, estou tão perto de tudo o que me é necessário, o lugar é verde e bonito, a casa enorme e bem arranjada por mim, a renda barata. Hoje que a vida mudou de novo para pior... dou graças a Deus por não ter saído daqui!  Aqui criei meus cinco filhos, sem problemas sociais, tudo começa dentro das nossas portas... somos nós e não o sítio onde vivemos que determina o nosso futuro. Sou respeitada, respeito toda a gente e vivo neste bairro há trinta e três anos! Daqui não mudarei a não ser para a última morada, o que espero esteja longe...

Bem toda esta história, para vos dizer o seguinte:

Partindo do principio que os blogs do sapo são um bairro, como eles próprios dizem, se a renda é igual para toda a gente... porque não adaptar-me e tentar viver ignorando as coisas negativas e pensando nas positivas? Afinal... tenho por aqui vizinhos de quem gosto muito, sei que sou estimada por alguns. Se sair vou perde-los de "vista" porque a vida é assim mesmo...  RESOLVI QUE NUNCA VOU SAIR DAQUI, ENQUANTO ME APETECER CÁ ESTAR. Sei que não estarei tantos anos como no meu bairro... mas espero estar enquanto tiver vontade e saúde.

Portanto... EU VOU MORAR NESTE BAIRRO ENQUANTO O SENHORIO DEIXAR. Porque gosto de aqui estar!

 

Um beijo para todos... partilharei amanhã o CORTEJO DO LINHO, que passou aqui hoje e tirei fotografias!

Maria Rosinda

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:05


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



"O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela." (Fernando Pessoa)


Pesquisar

Pesquisar no Blog  



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Algumas das imagens deste blog são retiradas da Internet. Se alguma pessoa se sentir lesada por favor diga e será retirada