Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


A vida é um presente...

por Rosinda, em 03.11.10

Sinto-me empurrada pelo vento forte de uma vida com demasiados Invernos. Tento constantemente olhar a vida de frente e sorrir, mas, a cada passo dado em frente, sinto o empurrão deste vento agreste que teima em me arrasar. Até quando conseguirei manter a força e o discernimento. Se todos vivemos a um passo da loucura, onde vou buscar forças para tanto ...? Eu sei. Olho para o lado e no mal maior dos outros... encontro a coragem. É que há casos de vida bem piores, tormentos maiores, e pobreza bem maior também.

Ontem estive no hospital desde as 17 e 30 até hoje à 1 hora da manhã. Dessas sete horas cinco foram passadas à porta do bloco operatório. Não pude deixar de ouvir um médico dizer a uma senhora que iam ter de amputar a perna ao marido. Também ouvi uma mãe falar da filha de tenra idade com um tumor na cabeça. Dramas enormes comparados com uma cirurgia ao joelho aos 75 anos, pensei... e o meu mal ficou menor.

Deixaram-me ver a minha mãe no recobro, não estava bem, os enfermeiros foram amorosos comigo e disseram que era normal. Vim para casa a pé, devagar, fumando um cigarro e pensando no quão insignificantes e frágeis podemos ser.

Eram nove da manhã quando voltei ao hospital, para ir à minha consulta de ginecologia oncológica, estava apreensiva, mas tranquila. Já são poucas as coisas que me metem medo neste mundo. Esperei três horas pela minha vez. Mais uma vez vi muito sofrimento em redor e quando a médica me disse que tinha que ser operada, nem sequer fiquei surpresa, apena lhe perguntei; A quê? Já não tenho os órgãos reprodutores!

Pois, mas tenho outros... e por lá  apareceu algo com um nome esquisito e grau superior a tês e tem que ser tirado... e pronto! Consulta de anestesia exames marcados, lá tenho que  ganhar coragem e fazer a sétima cirurgia.

Comi um panado no bar do hospital que me soube pela vida...! Fui então ver a minha mãe. Fiquei triste, estava ligada a uma máquina porque as tensões baixaram muito e está a levar transfusões de sangue porque apareceu uma anemia. Não são boas noticias, mas mesmo com lágrimas nos olhos eu continuo com o meu sorriso triste, acreditando que tudo vai melhorar e vendo que há sempre um mal maior que o nosso.

Aqui vou escrevendo o que sinto e agradeço verdadeiramente a quem me lê e se vai preocupando. Agradeço e peço desculpa pelos desabafos , mas creiam, eu não quero passar negativismo, antes pelo contrário! A vida é feita de tudo, e com tudo podemos aprender.

Vamos viver um dia de cada vez, com a certeza de que a vida é o presente e... um Presente.

 

Rosinda

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:39


15 comentários

De Sonhosolitario a 03.11.2010 às 19:37

olá amiga Onix,
estou aqui para te enviar um beijinho para te ajudar nesse momento que estás a passar, e desejo as melhores para senhora tua Mãe, é só o que te posso aferecer muita felicidade saúde. para que tudo corra pelo melhor doce amiga. beijinho deste teu amigo
sonhosolitario

De Rosinda a 03.11.2010 às 23:33

Obrigada Sonho Solitário.
Minha mãe vai melhorar eu sinto-o... e tudo o mais vai correr bem.
Um abraço
Rosinda

De gatinhafofa a 03.11.2010 às 20:18

olá doce amiga!! as melhoras da tua mãe, deus queira que tudo corra bem, desejo-vos tudo do melhor!! e realmente tens razão,há que aproveitar a vida enquanto cá andamos,ela é demasiado curta e sim é um presente de Deus!! Mil beijinhos amiga,uma boa noite e restos de uma boa semana!!

De Rosinda a 03.11.2010 às 23:36

Obrigada Sandra.
Estou em falta contigo, mas prometo que amanhã passo pelos teus blogs... é que estas situações tiram-me um pouco o tempo e disposição.
Beijinhos linda...

De DyDa/Flordeliz a 03.11.2010 às 20:33



Mais do que tristeza nota-se resignação e aceitação do tipo: "O que não tem remédio, remediado está".

Hoje o vento soprou contra o teu peito e empurrou-te querendo derrubar-te.

Amanhã, soprará de novo e vai ajudar-te a caminhar com a esperança e força para ultrapassar mais esta fase.

Recebe um abraço que te faça sorrir sem lágrimas, sem apertos de coração, com a força de quem quer o melhor para ti.
Que adora entrar e deliciar-se com os teus pratos fabulosos, as tuas mensagens saídas da alma e o carinho que distribuis.


De Rosinda a 03.11.2010 às 23:40

As lágrimas que afloraram agora nos meus olhos, foram de emoção pelas tuas palavras... estranho como sem nos conhecer-mos me conheces bem.
Obrigada pelo apoio e pelas palavras que fazem de mim uma pessoa tão "rica"
Beijinhos grandes Flor.

De Anónimo a 03.11.2010 às 21:07

Ola miguinha tentei ligar-lhe, mas não obtive resposta.
Tento falar consigo mais tarde.
Beijos e coragem, não desanime.
Gusty

De Rosinda a 03.11.2010 às 23:43

Minha querida Gusty, lamentavelmente esqueci o telémovel no hospital e desligaram-no. Mas amiga fique tranquila eu estou bem e minha nãe vai melhorar.
Obrigada por tudo
Beijinhos

De Maria Helena a 03.11.2010 às 22:01

Olá querida!
Cada novo amanhecer é um milagre!
Um dádiva de Deus!
Beijinhos!

De Rosinda a 03.11.2010 às 23:45

E temos que aproveitar cada momento.
Amanhã Deus dirá, nós nada sabemos...
Obrigada
Beijinhos

De luadoceu a 04.11.2010 às 11:39

amiga
queria estar ao pe de ti pessoalmente e dar te a minha amizade e um abracinho prolongado,aconchegado
fico triste pelo que passas, mas como mulher coragem que es,vais aguentar mais um bocadinho e ter sempre essa força de viver e fe em ti
gosto de ti e prontos
que fazer
bjinhos a ti e a tua mae sim?
tudo de bom e desejo as 2 sempre e sobretudo muita,muita saude

De Rosinda a 04.11.2010 às 18:57

Minha amiga Lua, és tão amorosa... eu também gostava de receber esse abraço, mas acredita, já me dás muito com as tuas palavras. Também gosto muito de ti. A minha mãe já eatá um pouco melhor e tudo vai correr bem se Deus quizer.
De tarde não estive mas ainda vou aos teus cantinhos hoje.
Um abraço grande e um beijinho

De mafalda-momentos a 04.11.2010 às 12:12

Olá Rosinda
Lamento vir até aqui e ver que estás a passar por uma mau bocado de vida.
Sabemos que a vida não é fácil, que há sempre males piores que os nossos, mas é difícil ultrapassar e contornar as pedras que se atravessam no nosso caminho.
É verdade que a vida é um presente e em especial a saúde... lembro-me muitas vezes de uma frase que o António Feio disse numa entrevista, quando já se encontrava bastante doente. Qualquer coisa como isto... perguntaram-lhe que conselho dava às pessoas para viverem a vida... ele respondeu, cuidem bem da vossa saúde.
Desejo-te que tudo corra pelo melhor.

Rosinda eu vim aqui com uma finalidade... a de te dar um beijinho de parabéns por teres participado e vencido o desafio lá no cantinho da Manu.
O teu poema está muito bonito e é muito bonito ver que as pessoas aderem e se interessam por estes desafios que tendem a aproximar as pessoas.
São pequenas vitórias é certo, mas se conseguirmos juntar algumas, conseguem fazer-nos melhorar o nosso bem-estar.
O Desafio está agora nas tuas mãos e acho que vais gostar de lhe dar continuidade, porque este desafio nos traz, sem dúvida, alguma alegria que nos é preciosa.

Deixo-te um sorriso de parabéns, de boas vindas e de coração aberto.
Mafalda

P.S. Como tens vários blogs, não sabia onde deixar-te o meu comentário... este foi o primeiro que abri e escolhi-o por se chamar Rosinda...

De Rosinda a 04.11.2010 às 19:08

Mafalda é com prazer que recebo a sua visita num dos meus espaços. Agradeço as palavras de conforto pela situação do momento que se Deus quizer será ultrapassado. Em relação ao desafio, participei com imenso prazer, mas sem me passar pela cabeça ganhar, aliás penso que o que se ganha mesmo é o que está a acontecer agora... conhecer gente boa e partilhar vida e sentimentos, conhecimentos e ideias e muitos sorrisos. Muito obrigada!
Já visitei o seu blog algumas vezes, contudo não comentei, sou algo timida , apesar de ser já "burra velha" Lol! Vou voltar a visita-la e deixarei comentário.
Conto com a ajuda de todos para seguir em frente com o desafio.
Um beijinho
Rosinda
PS: Tem um nome muito bonito, gosto!

De Anónimo a 05.11.2010 às 00:43

Lindinha não é para falar sobre a sua mãe e não liguei para o telemovel.
Neste momento COMECE A PENSAR EM SI.
Amanha, alias daqui a umas horas volto a tentar.
Bjs e não desanime é só mais um obstáculo que vai superar.
BJS Gusty

Comentar post



"O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela." (Fernando Pessoa)


Pesquisar

Pesquisar no Blog  



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Algumas das imagens deste blog são retiradas da Internet. Se alguma pessoa se sentir lesada por favor diga e será retirada