Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Tristeza e alegria de mãos dadas...

por Rosinda, em 21.11.10

 

 

Nasceu a 22 Novembro de 1976. Devia ter nascido no início do mês, mas recusou-se fazê-lo. Eu fui internada no hospital no dia 12, para ser vigiada.

No dia 14 o meu Alexandre fazia seis anos e eu pedi para ir passar esse dia com a família. Saí do hospital de manhã e teria que estar de volta até às 21 horas. Fui para casa da minha mãe, onde estavam meus dois filhos e meu marido.

O dia correu normalmente, festejamos o aniversário do Alexandre e estávamos contentes. 

No fim da tarde deitei-me um pouco, estava cansada. Os meus filhos  brincavam em casa com o tio David, meu irmão, que fazia só dois anos de diferença na idade. Mas...a vida tem tido muitos mas... e nesse dia eu sofri um duro golpe. O Alex. resolveu sair disparado para a rua, para comprar "cromos" e caiu no meio da estrada. Ao levantar-se, foi colhido por um carro e arrastado cerca de cinquenta metros. Eu fui acordada pelo meu irmão, que me gritava: O Xana morreu!

Não chorei, apenas  não queria acreditar... quando o vi dizem que uivei como animal ferido de morte, não me lembro.

Fomos os dois para o hospital. Alguém me afastou dele enquanto era assistido. Só me levaram a vê-lo, para me despedir dele... ia para o Hospital de S. João no Porto. Estava inanimado e eu só me lembro de ouvir o médico dizer ao condutor da ambulância: Vão com o máximo de velocidade possível, a criança está muito mal.. ouvi a sirene e nada mais... entrei em estado de choque.

O bebé não nascia e eu não tinha vontade de nada a não ser ver o meu menino. Foi uma semana terrível. O meu filho esteve em coma três dias.

Foi depois operado e tiraram-lhe um rim que tinha sido desfeito. Descrever todo o meu sofrimento é impossível. Mas dizia a todos que sabia que ele se salvaria. Tinha uma Fé enorme... mas tinha um medo maior ainda.

Fizera-me o parto à força e a minha menina, nasceu a ferros e ventosa e com uma enfermeira de joelhos na minha barriga. Ainda hoje penso como sobreviveu a tal coisa... ela e eu...!

Deus tinha-me dado a sonhada menina, linda... lourinha e também de olhos azuis, mais claros que os do irmão. Gordinha como todos os meus bebés.

Entretanto eu soube que o meu filho estava fora de perigo e tinha bebido o primeiro copo de leite. Pela primeira vez desde o acidente, chorei ...

chorei muito...! Uma filha nascia e o meu filho renascia! Graças a Deus!

Passou muito tempo, o Alexandre ficou bem e apesar de ter perdido um rim, festejou quarenta anos no passado dia 14 e a minha filha a quem chamei Maria em homenagem à Virgem Nossa Senhora e Glória que é o nome de minha mãe, festeja amanhã 34 anos.

Hoje talvez porque estou como o tempo...(chuvoso) lembrei todo este mau bocado. Mas lembrei também um velho ditado; "Atrás da tempestade vem a bonança". Amanhã, darte-ei os parabéns, minha filha.

Hoje apenas lembrei que, a bem aventurança de ser mãe, foi o melhor que me aconteceu na vida.

E hoje eu vi este arco-íris aqui da minha janela... Há muito que não via nenhum. Mas há sempre um arco-íris quando chove... 

 

Rosinda

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:59


13 comentários

De Existe um Olhar a 21.11.2010 às 22:07

Que momentos trágicos Rosinda, não pude deixar de ficar emocionada. Na verdade a tua vida não tem sido um mar de rosas, embora devas acreditar nesse arco-íris que hoje apareceu, pode ser um sinal de uma nova luz que irá trazer-te muita alegria para compensar um passado com algumas amarguras.
Felizmente hoje tens os teus filhos, cada um deles é uma luzinha que brilha no teu coração.

Boa semana
Beijos
Manu

De Rosinda a 22.11.2010 às 21:30

Obrigada Manu.
Sim, a vida tem sido dura, mas tento aprender a aprecia-la assim mesmo. Têm acontecido muitas coisas menos boas, mas que felizmente têm acabado de forma "feliz". Penso sempre que há alguém em pior circunstâncias. Um dia talvez em algum lugar, ou em outro tempo, eu terei essa Luz de que falas... quem sabe?
Beijinho grande
Rosinda

De Marta M a 21.11.2010 às 22:27

Foi duro lê-la hoje minha amiga...
E percebo também a força que precisou ter para se levantar depois de um tombo destes.
Por isso hoje é tão forte e se permite deixar encantar por um arco-íris e saber que a renovação e a esperança sempre são possíveis.
Parabéns a si e à sua filha.
Abraço e boa semana
Marta M

De Rosinda a 22.11.2010 às 21:34

Obrigada amiga Marta.
Foi um dos momentos "duros" da minha vida, mas... a Esperança, o Amor e a vontade de viver estão sempre no meu coração.
Um beijinho
Rosinda

De DyDa/Flordeliz a 22.11.2010 às 00:12

Uma história amarga mas de final feliz.

Foi duro até chegar ao fim do teu relato. O coração foi ficando apertadinho, ao imaginar a dor e a aflição que passaste.

Mas se as recordações do passado são dolorosas. Pelo menos as de hoje são de alegria por poderes partilhar a vida com eles.

Novembro é mês de festa para ti.
Que seja mesmo vivido com partilha de coisas boas.

Boa semana.


De Rosinda a 22.11.2010 às 21:40

Amiga Flordeliz, obrigada.
Eu agradeço a Deus por esses finais que até agora têm sido felizes. Há sempre alguém que passa por piores situações.
Um beijinho

De luadoceu a 22.11.2010 às 16:21

amiga costou me tanto ao ler
que misto de sentimentos nao tiveste nesse dia
amiga gosto tanto de ti
e o que digo e reforço sempre q te elogio
bjos minha amiga
espero ca estar p dar parabens a tua filha que te da tanta alegria...........de manha n sei se estarei,mas se puder de tarde....))

bjo c mto,mas mto respeito...como mulher e mae e por amizade a ti

De Rosinda a 22.11.2010 às 21:43

Obrigada Lua!
Tu imaginas, também és mãe... e há lá coisa melhor que nossos filhos? Não há...
Tambem tenho muito carinho por ti amiga, tu sabes...
Beijinho

De severino a 22.11.2010 às 19:51

Boa amiga
A sua história de vida dava um lindo romance ! . Não pelo sofrimento que nos arrepia, mas pela sua força e alegria com que vive, tão disperta, nos maus e bons momentos.
Admiro o seu espírito de mulher e mãe para não falar da intensidade com que vive o dia a dia, que observo nos seus posts.
Para a sua Menina, vou desejar-lhe, um feliz aniversário, muitos e longos anos, junto da Amiga e da sua restante Familia.
Boa semana
Um abraço do amigo
J/severino

De Rosinda a 22.11.2010 às 21:53

Obrigada amigo Severino.
A minha história dava um romance chorão... lol.
A minha valentia acho que reside no amor que sinto pelos outros e pela vida. Por vezes até eu me surpreendo, mas o certo é que vou mantendo o discernimento mentalou quase... porque às vezes falo com as estrelas, com a lua, com os animais...
Mas como diz o meu neto; Temos que ser duros e fortes!
Um grande abraço com amizade
Rosinda

De MIGUXA a 22.11.2010 às 20:15

Doce Rosinda,

Fiquei completamente paralisada quando me imaginei no teu lugar , minha querida Amiga...És sem dúvida uma mulher de muita força e apesar de tantos contratempos e situações duras por que tens passado, mantens a tua doçura e fé num futuro risonho...Parabéns!!!Admiro-te muito.

Para a tua menina, que te continue a dar alegrias por muitos e muitos anos com saúde.

Beijinhos com carinho
Margarida

De Rosinda a 22.11.2010 às 22:03

Amiga Margarida, obrigada por tuas palavras e carinho. Estes contratempos e mágoas que vou somando pela vida fora, fazem-me dar valor a cada momento bem passado. Hoje são poucas as coisas que me metem medo, só uma eu temo imenso; A morte dos que me são queridos. Só isso não tem solução.
Retribuo com um beijinho de amizade.
Rosinda

De geriatriaaminhavida a 26.11.2010 às 20:14

Oh Rosinda
Fui ficando com o coração apertado conforme ia lendo, pois naõ iamginava como tinha terminado.
Fico muito feliz por saber que apesar de tudo, teve um final feliz!
sou mãe e só de imaginar a situação doi!
Beijinhos grandes

Comentar post



"O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela." (Fernando Pessoa)


Pesquisar

Pesquisar no Blog  



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Algumas das imagens deste blog são retiradas da Internet. Se alguma pessoa se sentir lesada por favor diga e será retirada