Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Acontece-me cada uma...!

por Rosinda, em 30.11.10

 

Pavilhão Multiusos em Guimarães

 

 

Hesitei bastante sobre se deveria escrever este post aqui ou no meu blog de anedotas. É que o que vou escrever foi vivenciado por mim mas parece uma anedota. Passo então a explicar:

- Alguns não saberão, mas eu como não consigo arranjar trabalho resolvi requerer o Subsídio de Reinserção Social (detesto o nome) . Como vive comigo a minha filha, ainda solteira, o salário dela é tido em conta, embora as minhas despesas médicas não possam ser descontadas no IRS, pois tem de o meter como Independente e solteira. Assim sendo foi-me dado um subsídio de  49.990£. Sendo que a filha tem "obrigação"...

Claro que fiquei revoltada, até porque tenho motivos para ser reformada, mas também não o fazem, não estando no activo, nem a receber fundo de desemprego (trabalhava por conta própria) não têm que o fazer, pois fico-lhes "barata".

Ontem recebi uma carta da Segurança Social avisando que tinha sido cortado o subsídio por excesso de rendimentos. Liguei para lá e foi-me explicado que o novo Decreto diz que o rendimento percápita é agora de 190 £ sendo que somos duas e a minha filha ganha mais que 390£ eu não tenho direito a nada. Bem, revoltei-me reclamei, disse-lhes que depois de trabalhar anos e criar cinco filhos me estavam a tirar a minha dignidade, mas não serviu de nada... Isto foi ontem!

Hoje quando vinha do trabalho e passando como habitualmente junto do Pavilhão Multiusos, a minha filha apercebeu-se que haveria um encontro relacionado com as novas oportunidades e afins. Na hora de almoço falou-me nisso. Talvez seja bom para ti, até saias mais de casa, disse ela. E até gostas de aprender, reforçou... e assim ela deu-me boleia e lá fui eu ao Pavilhão Multiusos para ver o que se passava. E é aqui que começa a anedota...

Quando há qualquer evento, normalmente tem um segurança na entrada, não estava ninguém. Entrei livremente e reparei que no andar de cima havia muita gente. Subi... Fui recebida por um jovem que me trazia prato e talheres e me indicava onde devia servir-me, o que diga-se de passagem não seria necessário pois que havia mesas com comida por todo o lado. Disse-lhe obrigada, mas que já tinha almoçado, ele respondeu; então esteja à vontade...

Eu estava tudo menos à vontade. Comecei a olhar em redor e apercebi-me que estavam umas boas duzentas pessoas ou mais. Todos muito aperaltados ( eu de calças de licra por dentro das botas e quispo) Logo me apercebi, que estava no lugar errado e já um casal, por acaso bem simpático se dirigia a mim, sendo que a senhora vendo que eu estava desconfortável, me perguntou:

Perdeu-se do grupo? é o Grupo de (......) ? Disse-lhe que não e que tinha havido de certeza um erro da minha parte. Perguntei-lhe: Por favor, poderá dizer-me exactamente no que consiste este encontro? Olhou para mim meia surpreendida e disse-me que era o encontro anual de Técnicos de formação, coordenadores etc... 

Vi então a figura que estava a fazer, afinal era uma "penetra" . Brinquei com a situação e expliquei ao casal, que se riu e disse que eu era muito simpática. Agradeci o elogio, mas tive que fazer um comentário que me estava "atravessado" na garganta: Nem tanto, não sou assim tão simpática e sabe porquê? Porque mais pessoas com ou sem formação profissional estão como eu, e afinal estão aqui tantos a comer, decerto com o dinheiro que sobrou do que foi dado para "as novas oportunidades"! As pessoas simplesmente riram e a senhora comentou: Ai que engraçada!

Saiu-me a tampa e não sei como respondi: Sou, não sou? Aprendi com o Sócrates! Riram e eu vim-me embora mas a sorrir com cara de totó!

Porque é que em vez de colocarem nos cartazes que era um encontro para se falar das novas oportunidades... não puseram lá escrito que era uma almoçarada...? Assim eu já não me enganava!

Como ainda é longe de casa telefonei à minha filha para me ir buscar. Fartei-me de rir com ela; Afinal Ana podia-mos ter ido antes do almoço e comíamos à descrição...! Qualquer dia viro a Lili Caneças cá do sítio, ai viro viro!!!!!!!

           BOM FERIADO PARA TODOS! Rosinda

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:45


12 comentários

De geriatriaaminhavida a 30.11.2010 às 17:02

Oh Rosinda tirando a situação de desemprego em que vive, até foi engraçado.
Respondeu muito bem, sim senhora.
Com o dinheiro que ficou aquela almoçarada ajudariam varias pessoas a passar um dia menos mal.
Mas a vida continua a ser muito injusta.
Desejo-lhe que a sua situação melhor.
Beijinhos e muita força

De Rosinda a 30.11.2010 às 17:22

Sabe minha querida, eu tenho só 18 anos de descontos. Sei que a reforma não será grande coisa, mas é melhor que nada. Nos últimos cinco anos fiz 6 cirurgias e espera-me outra em Fevereiro, tenho quase 57 anos e embora nada me falte, não gosto de viver dependendo da minha filha.
Com o divórcio recente fiquei nesta situação e não é bom, embora como disse não me falte nada.
Agora fala-se tanto em apertar o cinto e em crise e afinal a crise é só para alguns... apanhara-me num mau dia...!
Beijinhos

De geriatriaaminhavida a 30.11.2010 às 18:37

Ainda há pouco comentava num outro blog do amigo Lynce que quando chegamos à idade da reforma deveríamos ter uma vida sem dificuldades e com algum descaso, é precisamente o contrario. E o pior é que não se vê a luz ao fundo do túnel
Já apertamos tanto o cinto que isto não é vida mas sim SOBREVIVER.
Quando nos falta saude ainda dificulta mais as coisas, não é?
Se Deus quiser tudo vai correr.
Beijinhos

De MIGUXA a 30.11.2010 às 18:22

Amiga,

isto já deixou de ser há muito tempo um Estado organizado.
Neste momento , é uma Organização, para alguns e sabemos bem com que fins...sacarem o mais que puderem à conta dos desgraçados que trabalharam toda a vida e neste momento se vêem a sobreviver à custa de familiares, amigos e associações de caridade. E continuam a sacar até que alguns (muitos) morram de fome, de frio ou de desânimo.

Beijos minha querida
Margarida

De Rosinda a 01.12.2010 às 18:32

É verdade amiga, há mais pessoas que aquilo que pensamos numa situação crítica, sem saber o que fazer da vida. Por vezes sou atacada por um desânimo enorme, gostava que todos tivessemos o mínimo .
Beijinho Margarida

De olha_por_mim a 30.11.2010 às 18:46

Apesar de a 1ª parte do post ñ ter piada nenhuma...infelizmente po nosso país está assim...cada vez pior...:(((...mas realmente o episódio no pavilhão multiusos deu para rir...se fosse a ti tinha almoçado 2º vez...aproveitado o facto de não haver crise para muita gente neste país...devias comemorar com eles...lol
Beijocas enormes

De Rosinda a 01.12.2010 às 18:34

Apesar de ser forte, não como muito e por isso não seria capaz de almoçar pela 2ª vez, mas podia tê-lo feito, que ninguém dava por isso...!
Beijinhos amiga para ti e para o Rodrigo

De rodrigando a 01.12.2010 às 20:20

Minha querida Amiga
Infelizmente conheço bem situações como essa.
Quando me separei do meu marido ganhava 59 mil escudos.Pagava 25 mil de renda de casa. Tinha comigo uma filha de 12 anos, estudante a quem o pai dava 2o mil escudos por mês para as despesas.
.Ele tinha ficado com a casa,mobiliário, eletrodomésticos e tudo o resto. Eu tive que comprar tudo, a prestações,claro.
Quando pedi ajuda à Segurança Social foi-me recusada porque tinhamos um rendimento per capita superior a 13.000$00.
O SASE (apoio escolar) foi recusado pelas mesmas razões MAS a maioria dos comerciantes cá da terra tinham direito sao subsidio!!!
Há pessoas que conhecem as maroscas todas e outras que têm vergonha na cara.
Um grande abraço.

De Rosinda a 01.12.2010 às 21:02

Olá amiga Adélia!
É ridículo acharem que os filhos têm que nos sustentar... então e vida deles? Enfim, sabes como é triste passar por estas situações.
Um beijinho amiga e um abraço

De DyDa/Flordeliz a 02.12.2010 às 09:59

Com diria alguém que conheço: "que situaçãoooooo"

Uma anedota real que sendo de rir é mesmo uma tristeza.

De luadoceu a 02.12.2010 às 12:21

amiga
nao me leves a mal, mas sem falar na tua situaçao e sofrimento pq passas em termos de quereres estares numa melhor situaçao financeira, sorri ao ler o engano de entrares num sitio, que pensavas que era,mas nao era afinal, pq simplsmente nao teem indicaçoes para as pessoas nao errarem, entraste e prntos....acontece amiga,nao te sintas mal por isso e saiste com humor,isso e que e importante...ehehehe
espero que a tua situaçao financeira melhor rosinda,desejo te de coraçao
bjinhos minha amiga e sorri sempre para a vida,que ela sorri para ti

De Rosinda a 03.12.2010 às 18:07

Minha amiga obrigada, temos de viver a vida como ela se nos apresenta e mesmo assim ainda agradecer.
Tudo se ultrapassa, com mais ou menos sacrifícios.
Um beijinho grande

Comentar post



"O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela." (Fernando Pessoa)


Pesquisar

Pesquisar no Blog  



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Algumas das imagens deste blog são retiradas da Internet. Se alguma pessoa se sentir lesada por favor diga e será retirada