Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


O que é preciso para ser feliz?

por Rosinda, em 06.07.11

 

Alterei a minha rotina. Normalmente uma das primeiras coisas que faço de manhã é ir à minha mãe. Depois de lhe preparar os medicamentos costumo ir tomar um cafezinho com ela, dávamos uma pequena caminhada, levava-a de volta para casa dela e depois é que começava a fazer as minhas coisas.

Um dia destes, dei comigo a pensar que passava no lugar onde habitualmente faço as compras durante essa caminhada que dávamos, então porque não levar a minha mãe comigo às compras? Assim evito a segunda caminhada e o tempo, que acaba por se fazer curto, para arrumar a minha casa da parte de manhã, como eu gosto.  Assim tenho feito.

Hoje andamos um pouco mais, pois precisava de comprar a tinta para pintar o cabelo, a loja onde o faço, fica um pouco mais longe, mas ela lá me acompanhou com relativa facilidade, mais devagar... mas chegamos.

Passei depois pelo Pingo Doce para fazer umas compras. Estava já na caixa e passou um belo exemplar do sexo masculino, olhei... "com olhos de ver" pois valia a pena!

Perto de mim estava uma senhora bem mais nova que eu, e a minha mãe, que me perguntou:

Conheces o rapaz?

Respondi:

Não mãezinha... estava só a consolar as vistas!

A minha mãe, que hoje estava óptima, não se surpreendeu com a resposta, apenas sorriu, conhece-me bem. Agora haviam de ver a cara do senhora que estava perto de nós! A mulher olhou para mim com uns olhos que, se fossem balas eu não estaria aqui!

Porque será que a maioria das mulheres não assume que gosta de olhar o que é bonito? Será que isso só é permitido aos homens? Lol...

 

Mais tarde a minha mãe já não estava tão bem... e telefonou-me muito alterada:

Ó Maria, perguntou; Tu levaste-me a minha gilete de depilar as pernas?

Mãezinha... a sério, para que traria eu a gilete? Eu tenho as minhas e se precisasse não o faria sem lhe dizer...

Não sei que se passa... disse ela, anda por aqui "bruxedo" desaparece tudo!

Não desaparece nada minha mãe, tenha calma e veja se consegue lembrar-se onde guarda as coisas...

Depois de um "Ó" de chateada desligou.

Passado um bom bocado voltou a ligar, a gilete tinha aparecido.

Perguntou-me se estava zangada e respondi que não, como é óbvio (aliás não estava mesmo, já me habituei...).

Então amanhã vamos tomar o cafezinho?

Claro mãezinha, mas não vamos andar tanto, pois tenho de ir buscar os seus exames e a mãe sabe que ainda é um pedaço, portanto vou sozinha...

E vais a pé? pergunta surpreendida.

Claro! Não tenho carro, nem asas!

Respondeu:

Não tens asas, porque não nascem, senão tinhas...

Silêncio do meu lado, como sempre que alguém me toca o coração... fiquei emocionada. Que coisa mais linda!

Amanhã será mais um dia... que seja para todos o melhor possível.

Rosinda

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:22


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



"O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela." (Fernando Pessoa)


Pesquisar

Pesquisar no Blog  



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Algumas das imagens deste blog são retiradas da Internet. Se alguma pessoa se sentir lesada por favor diga e será retirada