Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Bom fim de semana...

por Rosinda, em 10.09.11

Era final de Inverno...

Mais um ano havia passado e não se chegava a nenhuma conclusão. Os partidários de algumas facções,dia após dia, perdiam-se em intermináveis discussões sobre esta ou aquela candidata, sem chegarem a um consenso.

Decantava-se a beleza da papoila, as qualidades da alfazema, o perfume dos cravos, as virtudes de pureza e humildade de lírios e violetas, tudo em vão.

Num canto despretensioso do mundo, onde as espécies vegetais cresciam silenciosamente, um pequeno arbusto tratava da sua luta diária pela sobrevivência, alheio a toda a sorte de discussões.

Conformado com a sua forma tosca retorcida, prenhe de espinhos pontiagudos e consciente de que nunca alcançaria a beleza de um dente-de-leão, acostumara-se a ser desprezado e humilhado, sem no entanto deixar de prestar atenção às pequenas criaturas que dependiam da sua existência para poderem sobreviver. A elas dedicava toda a sua vida emprestando a segurança do seu tronco e ramos para abrigar insectos das chuvas e das ventanias.

Era feliz, pois se não tinha a beleza, tinha a utilidade e isso lhe bastava.

Naquela manhã fria de final de invernia, ainda não totalmente desperta do sono, a plantinha rude viu despregar do céu uma linda estrela cor de prata.

Sorrindo acompanhou-lhe a trajectória em arco-íris perfeito pelo céu escuro. Descendo, descendo, em direcção à floresta ainda adormecida.

Era tão suave e linda aquela forma, que, instintivamente , todos na floresta, árvores, arbustos, pássaros e flores, acordados pela luz repentina, curvavam-se para vê-la passar.

A estrela flutuou entre sorrisos, agradecendo a simpatia da  floresta, até chegar perto do arbusto cheio de espinhos. Aproximou-se lentamente da plantinha e falou-lhe docemente:

Não te inscreves-te no concurso da rainha das flores, por isso vim pessoalmente buscar-te...

Mas , senhora, gaguejou a planta, eu...?

Como posso aspirar a ser rainha de qualquer coisa não vês como sou feia?

O Senhor da Vida ordenou-me que viesse buscá-la...

Se esse é o seu desejo aqui me tens senhora...

E partiram deixando atrás um rastro de luz, na direcção do conselho das flores.

As demais candidatas riram-se da pretensão daquele feio arbusto.

A plateia silenciou quando entrou no ambiente a Primavera, anunciada pelo som de mil clarins. O arbusto espantado, reconheceu a estrela que o trouxera até ali.

Então senhores conselheiros, questionou a Primavera, o Senhor da Vida deseja saber se já encontraram a legítima representante do seu Reino.

Não senhora, estávamos a decidir quando fomos interrompidos pela vaidade dessa planta que aí está, sem qualidades. Veja, que ousadia!

A Primavera voltou-se para a plantinha que chorava envergonhada e humilhada e perguntou-lhe:

O que mais desejas nesta vida?

E a planta respondeu entre lágrimas:

Amar, amar e ser amada...

A primavera então, tocou nos galhos espinhosos, e, logo botões surgiram dos galhos seminus, abrindo-se em mil pétalas sedosas, de perfume inesquecível.

Qual é o teu nome? Perguntaram todos.

Eu sou a rosa...

Quando o Amor tocar os espinheiros do mundo, as rosas rebentarão em cada alma...

 

Desconheço o autor

 

Bom fim de semana para todos.

Rosinda

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:30


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



"O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela." (Fernando Pessoa)


Pesquisar

Pesquisar no Blog  



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Algumas das imagens deste blog são retiradas da Internet. Se alguma pessoa se sentir lesada por favor diga e será retirada