Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Feliz aniversário

por Rosinda, em 22.11.11

 

Parabéns minha filha, que o dia de hoje se repita por muitos anos.

Disseste que, 35 já são muitos... mas estás na flor da idade. Ainda és a minha menina...

Amo-te muito... Beijo grande para ti.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:55

PARABÉNS LOLA

por Rosinda, em 22.11.10

Procurei fotografias de quando eras bebé, mas já tas dei todas. Tenho ainda muitas, mas de quando já eras assim grandinha. Esta foi tirada no teu quarto e tens junto de ti a tua irmã, que era bebé e quase se confunde com o boneco! Lol

Foste um sol radioso, arco-íris cheio de cor, que alegrou as nossas vidas. Linda de longos e encaracolados cabelos dourados e olhos azuis.

A colcha da tua cama, feita por mim  em quadrados de duas cores, o vestido também . Lembras-te filha, quando a mãe cismava que tinhas de ter um vestido novo e passava a noite inteira a costurar, para te fazer a surpresa na manhã seguinte? E como ficavas contente! Belos tempos!

Hoje já és mãe de dois pré-adolescentes... o tempo passou muito depressa.

Desejo que seja feliz , hoje e sempre minha filha. Neste momento 18 horas e 50 minutos fazes 34 anos! PARABÉNS!

 

Amo-te muito minha filha...

 

Rosinda

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:50

POEMA DO MEU FILHO- (ENVELHECER...)

por Rosinda, em 10.09.09

 

 

                         Hoje vou deixar aqui um poema escrito pelo meu filho mais novo, é sem dúvida dos cinco, o que mais gosta de ler e vai escrevendo...

                            

Escrito em:21 de Outubro de 2007

 

 

 ENVELHECER...

Sentado na beira me encontro,
Na beira da vida, na beira do muro.
Vivo me sinto ao ver teu sorriso de inocência oriundo.

 

Como gosto de ver tua bela dança,
Dança de inocência, de felicidade.
E eu aqui, em consciencia sentado
Junto com a eterna saudade de ser criança

 

Em tudo que é teu encontro esperança,
O sol reluz em ti criança.
És o futuro, és a bonança,
Aos olhos de um velho, eterna esperança.

 

Sendo sincero já estou a chorar
Vives um tempo do qual só me posso lembrar.
Memórias, angustias, nostalgia sem fim..
Maldito sejas passado em mim...

 

No pátio te vejo
A correr, a saltar.
Recordas-me a lua
No céu negro a brilhar

 

Que belo jardim, que bela flor,
Brinca criança com todo fulgor,
Que Deus te prendou com tanta pureza..
Teu olhar, teu sorriso.. Filhos da mãe natureza.

Em ti encontro um pouco de paz,
Descanso suave, tranquilidade..
O que vales no mundo traz felicidade.
Enfim.. De ser como tu tenho saudade...

 

De ti... me despeço alegre criança.
Comigo levo toda a esperança.
De mim... te deixo conhecimento e experiencia
Utiliza-a um dia... quando tiveres consciência.

D.C.F.H. 

 

Amo-te muito meu filho...

 

ATÉ BREVE...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:00


"O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela." (Fernando Pessoa)


Pesquisar

Pesquisar no Blog  



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Algumas das imagens deste blog são retiradas da Internet. Se alguma pessoa se sentir lesada por favor diga e será retirada