Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A vida é andar numa corda bamba, tentando manter o equilíbrio...

por Rosinda, em 09.02.12

Tenho andado muito ansiosa e preocupada. E embora saiba que todos nós temos os nossos problemas, não posso evitar que se note, tanto aqui no meu ambiente virtual, como no meu dia a dia "dito" normal.

Se é verdade que me incomodou demais relembrar as mágoas do passado, não foi essa a única razão do meu desgaste psicológico.

Tentei contrariar o meu pessimismo ao máximo, lembrei-me do tormento que foi a quando do problema do meu filho, lembrei-me imenso da Sara (in)perfeita. Pensei ligar para lhe fazer perguntas, mas fiquei pelo silêncio e na expectativa do que iria acontecer.

Apareceu um nódulo na mama da minha filha Ana. Bem visível a olho nu, não era sequer necessário apalpar. Como ainda é muito jovem, solteira e sem filhos, julguei que se tratava de algum problema hormonal. Depois de uma ida ao médico, foi fazer a mamografia e tem um quisto e um fibroadenoma. Hoje fiquei um pouco mais tranquila, ou melhor... estou a tentar!

Mais uma consulta e o médico aconselha a cirurgia. Embora diga que não é maligno, convém tirar. Diz que quanto mais tarde o fizer, mais deformada fica a mama.  Gostava de ter ido com ela à consulta, parece que ficava mais descansada.

Ela está aparentemente calma e vai programar tudo, como aliás sempre faz. Vai ver quando pode ter férias e como o seguro cobre a cirurgia, vai fazê-la no privado.

 

Entretanto como se não bastasse, foi diagnosticado ao meu cunhado um aneurisma na aorta. Os médicos não aconselham cirurgia por ser de risco e assim o risco de rebentamento é enorme. A minha irmã que já perdeu o primeiro marido, está de rastos.

 

A vida é mesmo andar numa corda bamba, tentando manter o equilíbrio...

Tentar leva-la  como ela se nos apresenta, é o que fazemos, quer queiramos ou não.  Mas o nosso sorriso, começa a ser mais um rasgo de amargura. Por sorte a minha mãe anda mais ou menos, embora meia "trol" por causa dos medicamentos.

É nestas alturas que sentimos o quanto é importante o apoio da nossa outra metade, inexistente no meu caso.

 

Não era para falar nestes assuntos. Sei que ninguém gosta de coisas tristes, contudo, este blog é para mim quase um diário. Aqui vou escrevendo as minhas alegrias e tristezas e de certa forma é um desabafo.

 

Deixo um conselho a todas as mulheres que me possam ler. Todas as mulheres com mais de 20 anos devem realizar o auto-exame da mama como rotina mensal. Não descurem qualquer pequeno nódulo que apareça, infelizmente, o cancro da mama ainda mata e muito.

 

Tudo passa e esta fase também vai passar, enquanto passa e não passa é inevitável este sentimento de frustração e desânimo.

 

Rosinda

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:30


"O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela." (Fernando Pessoa)


Pesquisar

Pesquisar no Blog  



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Algumas das imagens deste blog são retiradas da Internet. Se alguma pessoa se sentir lesada por favor diga e será retirada