Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Coisas minhas...

por Rosinda, em 06.12.13

A minha primeira prenda de Natal...

Pulseira de plástico...{#emotions_dlg.brrrpt}  Podia ter uns diamantes, afinal é a minha pedra da sorte...
Claro que já estou óptima! "Vaso ruim não quebra"{#emotions_dlg.lol}

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:38

Emoção...

por Rosinda, em 05.12.13

Há musicas que realmente parecem feitas para nós. Emoção através do meu filho mais novo que  publicou no Facebook. Não restam dúvidas o Natal deixa-me muito sensível.

Agora vou ali ao hospital fazer uma cirurgia de ambulatório e já venho...
Abraço para todos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:11

A vida é um presente...

por Rosinda, em 03.11.10

Sinto-me empurrada pelo vento forte de uma vida com demasiados Invernos. Tento constantemente olhar a vida de frente e sorrir, mas, a cada passo dado em frente, sinto o empurrão deste vento agreste que teima em me arrasar. Até quando conseguirei manter a força e o discernimento. Se todos vivemos a um passo da loucura, onde vou buscar forças para tanto ...? Eu sei. Olho para o lado e no mal maior dos outros... encontro a coragem. É que há casos de vida bem piores, tormentos maiores, e pobreza bem maior também.

Ontem estive no hospital desde as 17 e 30 até hoje à 1 hora da manhã. Dessas sete horas cinco foram passadas à porta do bloco operatório. Não pude deixar de ouvir um médico dizer a uma senhora que iam ter de amputar a perna ao marido. Também ouvi uma mãe falar da filha de tenra idade com um tumor na cabeça. Dramas enormes comparados com uma cirurgia ao joelho aos 75 anos, pensei... e o meu mal ficou menor.

Deixaram-me ver a minha mãe no recobro, não estava bem, os enfermeiros foram amorosos comigo e disseram que era normal. Vim para casa a pé, devagar, fumando um cigarro e pensando no quão insignificantes e frágeis podemos ser.

Eram nove da manhã quando voltei ao hospital, para ir à minha consulta de ginecologia oncológica, estava apreensiva, mas tranquila. Já são poucas as coisas que me metem medo neste mundo. Esperei três horas pela minha vez. Mais uma vez vi muito sofrimento em redor e quando a médica me disse que tinha que ser operada, nem sequer fiquei surpresa, apena lhe perguntei; A quê? Já não tenho os órgãos reprodutores!

Pois, mas tenho outros... e por lá  apareceu algo com um nome esquisito e grau superior a tês e tem que ser tirado... e pronto! Consulta de anestesia exames marcados, lá tenho que  ganhar coragem e fazer a sétima cirurgia.

Comi um panado no bar do hospital que me soube pela vida...! Fui então ver a minha mãe. Fiquei triste, estava ligada a uma máquina porque as tensões baixaram muito e está a levar transfusões de sangue porque apareceu uma anemia. Não são boas noticias, mas mesmo com lágrimas nos olhos eu continuo com o meu sorriso triste, acreditando que tudo vai melhorar e vendo que há sempre um mal maior que o nosso.

Aqui vou escrevendo o que sinto e agradeço verdadeiramente a quem me lê e se vai preocupando. Agradeço e peço desculpa pelos desabafos , mas creiam, eu não quero passar negativismo, antes pelo contrário! A vida é feita de tudo, e com tudo podemos aprender.

Vamos viver um dia de cada vez, com a certeza de que a vida é o presente e... um Presente.

 

Rosinda

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:39

Amanhã é um novo dia...

por Rosinda, em 02.11.10

Minha mãe foi hoje internada para cirurgia ao joelho. Fui leva-la ao hospital de manhã, o internamento foi feito perto da 13 horas. Será operada depois da 20 horas. Vim a casa, voltarei ao hospital por volta das 17 horas, ficarei até que saia do bloco operatório. Está bastante fragilizada e eu tenho alguns receios, mas ela quis ser operada. Tem esperança de ficar bem das pernas e poder andar bem. Permita Deus que sim.

Gostava de poder passar as noites com ela no hospital, aliás até comentei hoje com o médico; Se quando somos crianças podemos ser acompanhados pelos pais em pediatria, porque não podem os filhos acompanhar os pais mais velhos? Não se diz que voltam a ser crianças? Bem que ela gostaria... diz que tem medo que descurem dela... mas estarei lá quando acordar da anestesia e amanhã bem cedo, apesar de não haver visitas, eu vou vê-la. Vou fazer o que se não deve, tenho uma consulta no hospital e depois de entrar eu conheço bem o espaço e vou lá. Entro descontraída e normalmente e não me dizem nada. Também não admira já lá estive tantas vezes que pensarão que faço parte dos funcionários.

O meu pai, já com oitenta e dois anos, não quer sair de casa dele, o que me preocupa, especialmente de noite. Mas ele é muito teimosinho e tem de ser como ele quer. Mal almoçou e já foi para ao pé dela... resmungam constantemente mas não são nada um sem o outro. Estão casados há 58 anos e quando um partir, o outro pouco tempo ficará...  Aí sim, eu vou sentir o peso dos anos, é que enquanto temos mãe e pai, ainda nos sentimos novos...! Amo os meus pais, não foram os melhores pais do mundo, mas deram-me a vida! E como eu gosto de viver, apesar de tudo!

Estou também um pouco apreensiva com esta consulta para que fui chamada... "ginecologia oncológica" É que não faço ideia porquê!? Bem amanhã já sei, não vale a pena estar a fazer "filmes". Uma coisa de cada vez...

Hoje o meu post não será muito alegre, mas amanhã será sem dúvida um dia melhor...

 

Rosinda

"Quando a velhice chegar, aceita-a, ama-a . Ela é abundante em prazeres se souberes amá-la. Os anos que vão gradualmente declinando estão entre os mais doces da vida de um homem, Mesmo quando tenhas alcançado o limite extremo dos aos, estes ainda reservam prazeres"
Séneca

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:26

A MINHA CADELINHA JÁ FOI OPERADA

por Rosinda, em 05.07.10

Como tinha já dito num post que escrevi no meu blog (o lar os amigos e eu) A minha cadela (tuca) tinha que ser operada, naturalmente falaria dela no mesmo blog, mas gosto tanto de ver lá as fotos do aniversário do meu pai, que não me apeteceu escrever ainda mais nada lá! Criancice? Sim, um pouco... e não temos todos um pouco de crianças?  Não ??????? Mentira!!!!

Bem a cirurgia da cadelita correu bem, ainda está toda "mocada" da anestesia e talvez de medicamentos. Já está em casa, embora tenha que estar por perto dela, pois na tentativa de andar parece um bêbado... e tenho de a amparar.  Espero que amanhã esteja bem.

Deixo aqui as fotos com uma toalete que a veterinária lhe vestiu ... coitada, tá mesmo toda caidinha. A mantinha aos quadrados azuis era dos meus filhos... penso que do mais novo! De qualquer forma tem vinte e um anos, ainda tenho mais algumas que guardei para tapar as pernas no Inverno e que agora dá para as minhas cadelitas. Guarda o que não presta, terás o que te faz falta...!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:42


"O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela." (Fernando Pessoa)


Pesquisar

Pesquisar no Blog  



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Algumas das imagens deste blog são retiradas da Internet. Se alguma pessoa se sentir lesada por favor diga e será retirada