Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A verdade é que...

por Rosinda, em 11.10.13

Cada vez mais o homem fecha o seu coração, contrastando com seus gestos e palavras,  vazios.

Como confiar? Onde começa a verdade e acaba a mentira?

De mãos abertas em procura de paz, leva no coração a ambição e o poder.

Não abras as mãos em sinal de paz, não uses mal as palavras, antes...

ABRE O TEU CORAÇÃO. Com verdade, de VERDADE!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:02

A cada dia...

por Rosinda, em 29.05.12
Sim, a cada dia que passa fico mais surpreendida, incrédula e a duvidar da razão. Sei que sou uma pessoa muito emotiva, fervo com pouca água e sei lá que mais! Mas será normal, ter de ouvir que todo o carinho que dou aos meus pais lhes faz mal? Que ainda ficam mais doentes com a minha "excessiva" preocupação e cuidado?

Dito por quem de direito se devia preocupar tanto como eu...  fiquei aborrecida, cheia de razão.

 Falei no assunto na hora do almoço. Sei que a minha filha é muito realista, talvez até demais e perguntei-lhe se achava normal o meu irmão dizer tal coisa... Ok, mais me valia ter estado calada! A resposta veio breve e curta:

Mãe, tu levas as coisas muito a peito! 

A comida engrossou dentro da minha boca, as lágrimas bailaram nos meus olhos e apenas conclui a conversa dizendo:

Filha eu não levo as coisas muito a peito, apenas tenho algo dentro do peito...

Mais tarde e reflectindo sobre o assunto, não deixo de reconhecer que gostava de ser diferente, de ser mais desprendida de sentimentos. Gostava de levar a vida "numa boa" como se diz agora, pensar mais em mim que nos outros. Afinal pessoas assim é que são normais, a vida é levada com mais optimismo. Eu devo ser mesmo complicada! É isto que acabo por pensar... até porque vou observando ao meu redor, cada vez mais gente desvaloriza sentimentos e deveres, não o farão por mal, apenas porque estão muito ocupados com eles próprios, A VIVER A VIDA DELES.

Será que ainda vou a tempo de aprender e calar a voz do coração? Não creio... 

Numa altura em que tanto se fala de crise económica, aqui estou eu falando de crise existencial, pois me parece que, no futuro, o AMOR será apenas uma palavra escrita em poemas de loucos.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:52

Com sabor a café e calor no coração...

por Rosinda, em 25.05.12



 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:25

As memórias...

por Rosinda, em 31.10.11

 

Apesar de não o dever fazer, andei por aqui a arrumar o blog. E digo não dever, pois ainda estou bastante fragilizada pela cirurgia. Só hoje saí à rua e fiquei com tonturas, mas tudo vai melhorar. Creio e espero que o pior já tenha passado.

Voltando ao assunto, na verdade deu-me uma vontade enorme de apagar o blog, ainda bem que não o fiz.

Como resolvi alterar a cor de uma forma drástica de preto para branco, lembrei-me que na sua maioria as imagens mais antigas não ficariam bem. Assim , poste por poste, fui verificando as imagens e na sua maioria até ficavam bem.  Ao faze-lo, fui lendo o que escrevi durante estes dois anos e meio, relembrei todo um mau bocado que passei e os desabafos que fiz nos primeiros postes. Revivi amizades e senti até algumas saudades, é verdade, saudades...

Na vida tudo vai mudando e os blogs não são excepção.

Ainda bem que mudei a cor do blog e o reli, assim sei que aconteça o que acontecer, eu nunca apagarei este blog. Está aqui um bocado da minha história de vida.

Sei que os blogs "ditos" de sucesso, são os que falam de moda, de sexo ou de política, temas que eu abordo muito pouco ou nada.  De política só percebem os políticos e eu não sou,  trapos e tretas não me dizem muito, sexo, pois... ?....

Então o meu blog será sempre um pouco do meu dia a dia e dos meus sentimentos. Algum tema de que goste e algumas noticias da minha cidade.

Recordo com saudade algumas das pessoas que passaram por aqui, aprendi que não me devo prender a nada nem a ninguém, apenas respeitar e ser respeitada, esse será sempre o meu lema de vida. Mas... como dizem os meus filhos (são mais realistas) tenho que aprender que, quanto mais me dou, mais sofro... A indiferença é um sentimento que, neste momento me magoa imenso.

Continuarei por aqui, sempre de coração aberto, porque não sei ser de outra maneira. Gosto do meu cantinho, agora transformado numa janela que é minha, mas que estará sempre aberta para quem quiser e souber falar com o coração.

 

Desejo a todos ...  BOM FERIADO

 

Rosinda

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:41

Semeia amor...

por Rosinda, em 21.09.11
Esta flor foi a última que recebi, já vai à um mês, na altura tirei esta fotografia. 
Agora está seca e arrumada.
No meu coração o momento ficou com um carinho muito especial...
Semeia amor e colherás amor...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:43

Até breve...

por Rosinda, em 26.07.11

 

Digo adeus por uns tempos, mas jamais vos tirarei do meu coração.

 

Até breve...

Rosinda

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:59

O que é preciso para ser feliz?

por Rosinda, em 06.07.11

 

Alterei a minha rotina. Normalmente uma das primeiras coisas que faço de manhã é ir à minha mãe. Depois de lhe preparar os medicamentos costumo ir tomar um cafezinho com ela, dávamos uma pequena caminhada, levava-a de volta para casa dela e depois é que começava a fazer as minhas coisas.

Um dia destes, dei comigo a pensar que passava no lugar onde habitualmente faço as compras durante essa caminhada que dávamos, então porque não levar a minha mãe comigo às compras? Assim evito a segunda caminhada e o tempo, que acaba por se fazer curto, para arrumar a minha casa da parte de manhã, como eu gosto.  Assim tenho feito.

Hoje andamos um pouco mais, pois precisava de comprar a tinta para pintar o cabelo, a loja onde o faço, fica um pouco mais longe, mas ela lá me acompanhou com relativa facilidade, mais devagar... mas chegamos.

Passei depois pelo Pingo Doce para fazer umas compras. Estava já na caixa e passou um belo exemplar do sexo masculino, olhei... "com olhos de ver" pois valia a pena!

Perto de mim estava uma senhora bem mais nova que eu, e a minha mãe, que me perguntou:

Conheces o rapaz?

Respondi:

Não mãezinha... estava só a consolar as vistas!

A minha mãe, que hoje estava óptima, não se surpreendeu com a resposta, apenas sorriu, conhece-me bem. Agora haviam de ver a cara do senhora que estava perto de nós! A mulher olhou para mim com uns olhos que, se fossem balas eu não estaria aqui!

Porque será que a maioria das mulheres não assume que gosta de olhar o que é bonito? Será que isso só é permitido aos homens? Lol...

 

Mais tarde a minha mãe já não estava tão bem... e telefonou-me muito alterada:

Ó Maria, perguntou; Tu levaste-me a minha gilete de depilar as pernas?

Mãezinha... a sério, para que traria eu a gilete? Eu tenho as minhas e se precisasse não o faria sem lhe dizer...

Não sei que se passa... disse ela, anda por aqui "bruxedo" desaparece tudo!

Não desaparece nada minha mãe, tenha calma e veja se consegue lembrar-se onde guarda as coisas...

Depois de um "Ó" de chateada desligou.

Passado um bom bocado voltou a ligar, a gilete tinha aparecido.

Perguntou-me se estava zangada e respondi que não, como é óbvio (aliás não estava mesmo, já me habituei...).

Então amanhã vamos tomar o cafezinho?

Claro mãezinha, mas não vamos andar tanto, pois tenho de ir buscar os seus exames e a mãe sabe que ainda é um pedaço, portanto vou sozinha...

E vais a pé? pergunta surpreendida.

Claro! Não tenho carro, nem asas!

Respondeu:

Não tens asas, porque não nascem, senão tinhas...

Silêncio do meu lado, como sempre que alguém me toca o coração... fiquei emocionada. Que coisa mais linda!

Amanhã será mais um dia... que seja para todos o melhor possível.

Rosinda

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:22

Ufa...!

por Rosinda, em 13.06.11

Estou cansada...

Cansada de ser mãe, cansada de ser filha, cansada de sorrir e chorar por dentro. Estou em perfeita negação , desta vida que me prende, me atrofia e lentamente me transforma o coração. Estou cansada de dizer sim, quando quero dizer não.

Por isso me fecho no silêncio das palavras por dizer, nos medos de magoar, acabo eu por sofrer. Chiça! Como é difícil viver!     

No ansioso sentir aquilo que nunca tive, vontade de ser só eu, livre, livre, livre...

 

Rosinda

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:33

O beijo da Vida...

por Rosinda, em 13.04.11

 

Parece que hoje é dia do beijo. Só hoje? Vejam bem o prejuízo, quem tal coisa inventou, perdeu decerto o juízo!

 

Mesmo assim tão descabido, cada dia tem seu dia, eu hoje beijei a vida com paz e muita harmonia. e recebi os meus beijos com muita, muita alegria!

 

Fui beijada pelo sol, bem cedo de manhãzinha, beijo quente, saboroso a entrar pela janela, sabem... aquela! Não há outra igual a ela...

 

Depois foi o beijo dado com gosto e satisfação, no pãozinho e no café, que sorvi com emoção...

 

A água beijou meu corpo, bem à minha temperatura, beijou-me a espuma de banho, o meu corpo com ternura...

 

E depois beija-me a terra , que piso suavemente, no caminho do costume e que queria permanente...

 

E aquele que recebo doutro ser igual a mim, é sem dúvida um daqueles que eu queria eternizar, que nunca tivessem fim, o que me dá minha Mãe e meu Pai , que sempre vou amar...

 

E vou recebendo beijos de amigos em pensamento, beijos de alma que entendo...

 

Mas aquele , o de Amor e Paixão... que nos leva ao céu, que nos tira os pés do chão, que nos dá a sensação de estar-mos a levitar, que dá frio mas que aquece e que nos leva a AMAR AMAR AMAR!...  Esse já passou aqui, mas não quis aqui ficar. Ficou um lugar vazio, mas fica a recordação, contento-me em sonhar.... E BEIJO A VIDA QUE AINDA ,PALPITA EM MEU CORAÇÃO.

 

Rosinda

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:33

O dia em que fiz 57 anos...

por Rosinda, em 12.04.11

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:13


"O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela." (Fernando Pessoa)


Pesquisar

Pesquisar no Blog  




Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Algumas das imagens deste blog são retiradas da Internet. Se alguma pessoa se sentir lesada por favor diga e será retirada